Rolhas da Amorim já estão mais caras e preço voltará a subir em 2022

Gigante da cortiça avança com nova subida das tarifas. Mexida de preços no início deste ano é "insuficiente face ao aumento galopante dos custos” da energia, matérias-primas, logística e transportes.

A Corticeira Amorim avançou nas últimas semanas com “uma evolução tarifária nos preços de todos os produtos para incorporar o aumento de custos” que teve em 2021. No entanto, como “infelizmente esses custos não pararam de aumentar”, António Rios Amorim admite que isso vai obrigar a gigante da cortiça a avançar com novas subidas das tarifas para os clientes nos próximos meses.

Em declarações ao ECO, o presidente executivo da empresa sediada em Mozelos, Santa Maria da Feira, reconhece que “tudo aquilo que foi o aumento de preços [que realizou] está-se a revelar insuficiente face a este aumento galopante dos custos provenientes da energia, das matérias-primas, das disrupções das cadeias logísticas”. “É um momento desafiante para todos nós”, acrescenta.

“Os custos já vinham a aumentar desde o ano passado. Mas perante a magnitude do aumento, todos nós incorporámos [nas análises] que este ano, num contexto pós-pandémico, íamos ter aqui alguma acalmia. E não foi isso que aconteceu. Pelo contrário. Todos esses custos estão a ter uma evolução ainda mais importante”, justifica o empresário. As vendas de rolhas cresceram 12,5% em 2021, para 593,3 milhões de euros, contribuindo para 70% das vendas consolidadas da empresa.

Cerimónia de entrega dos prémios IRGAwards 2021 - 23SET21
António Rios Amorim foi premiado como melhor CEO nos IRGAwardsHugo Amaral/ECO

Além do preço da matéria-prima e dos transportes, António Rios Amorim aponta o dedo aos custos da energia. Num “ano normal” e completo, a despesa rondaria os 14 milhões de euros. Porém, só no segundo semestre do ano passado – “porque os contratos que tínhamos a um preço mais fixo vão acabando”, recorda –, a fatura energética da líder mundial do setor ascendeu a “cerca de 16 a 17 milhões de euros”.

Qual é o cenário para este ano? “É completamente imprevisível. [No orçamento para 2022] estimámos um preço médio de consumo para a eletricidade à volta de 190 ou 200 euros o megawatt (MW), que era muito mais alto – cinco vezes mais alto – do que o que tínhamos até junho do ano passado. E neste momento os custos estão mais altos do que isso”, responde.

Não é um tema que possa dar origem a grande negociação [com os clientes] porque os impactos são de tal forma significativos que temos mesmo de passar isso para o mercado.

António Rios Amorim

Presidente executivo da Corticeira Amorim

Já questionado pelo ECO sobre como tem sido a discussão do preço com os clientes, António Rios Amorim adverte que “não é um tema que possa dar origem a grande negociação porque os impactos são de tal forma significativos que [tem] mesmo de passar isso para o mercado”. “E os nossos clientes vão ter de passar isso para os seus clientes. É um efeito de cadeia e, por isso, há uma inflação em curso”, conclui.

Numa fase de bloqueio total na comercialização de rolhas, pavimentos e materiais compósitos para os mercados russo, bielorrusso e ucraniano, que no ano passado valeram vendas de cerca de 12 milhões de euros, as prioridades da Corticeira Amorim passam pela segurança dos perto de 30 trabalhadores locais e pela tentativa de cobrança de dívidas relativas a encomendas que foram enviadas para o leste europeu antes de Vladimir Putin iniciar a invasão da vizinha Ucrânia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rolhas da Amorim já estão mais caras e preço voltará a subir em 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião