“Sell off” em Wall Street com índices a caírem até 5%

Principal índice financeiro de Nova Iorque caminha para a pior sessão desde junho de 2020, com 97% das cotadas em queda. Desempenho alastra-se à indústria e tecnologia.

O pânico está instalado em Wall Street. O bom momento que se seguiu após a decisão da Reserva Federal norte-americana (Fed) durou pouco e os investidores estão agora preocupados com as medidas que possam ser tomadas para combater o aumento da inflação. Os principais índices de Nova Iorque estão a afundar até 5%.

Esta quarta-feira, a Fed voltou a subir as taxas de juro, naquela que foi a maior subida desde 2000, mas descartou aumentos em 75 pontos base, o que trouxe algum alívio aos mercados. Contudo, esse sentimento durou pouco e os investidores temem agora que os juros subam ainda mais para que se consiga controlar a escalada da inflação nos Estados Unidos, que está em máximos de 40 anos.

Um dia depois do maior rali em quase dois anos, o índice de referência financeiro, S&P 500, está a cair 3,29% para 4.158,90 pontos, caminha para a pior sessão desde junho de 2020, com 97% das empresas em queda, diz a Bloomberg. O industrial Dow Jones desvaloriza 2,87% para 33.083,26 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq perde 4,67% para 12.366,41 pontos.

Evolução dos três principais índices de Wall Street.Market Watch

Nas ações destacam-se várias quedas. A Alphabet perde 4,56% para 2.333,77 dólares, a Apple cai 5,22% para 157,35 dólares, a Microsoft recua 4,48% para 277 dólares, a Meta (Facebook) desvaloriza 6,04% para 209,93 dólares.

“Será incrivelmente difícil para a Fed normalizar as taxas de juros sem ter um impacto negativo no crescimento e nos lucros”, diz Paul Nolte, da Kingsview Investment Management, citado pela Bloomberg. “A Fed está na fase inicial daquilo que acreditamos ser um ciclo de aperto muito agressivo”, acrescenta Win Thin, chefe global de estratégia da Brown Brothers Harriman.

(Notícia atualizada às 18h37 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Sell off” em Wall Street com índices a caírem até 5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião