Candidaturas a apoio para suinicultura e leite já estão abertas

  • Lusa
  • 12 Maio 2022

A linha de tesouraria, de 8,5 milhões, destina-se a apoiar as empresas do setor da produção suinícola e os produtores de leite de vaca a fazer face aos encargos resultantes da queda de preços.

As candidaturas à linha de tesouraria, com uma dotação de 8,5 milhões de euros, para apoiar as empresas da produção suinícola e os produtores de leite de vaca já estão abertas, anunciou o Banco Português de Fomento (BPF).

“Estão abertas as candidaturas à linha de tesouraria, destinada a apoiar as empresas do setor da produção suinícola e os produtores de leite de vaca a fazer face aos encargos de tesouraria resultantes da queda de preços da carne de suíno e do leite, a par de elevados custos de produção decorrentes do impacto da crise económica provocada pela covid-19, agravadas pelo contexto da seca extrema em todo o território nacional e potencialmente reforçados pela incerteza no mercado europeu”, anunciou, em comunicado, o BPF.

A linha em causa tem 8,5 milhões de euros de dotação global e destina-se às micro, pequenas e médias empresas do território nacional. O prazo de vigência desta linha é até ao final do ano, podendo ser alargado pela respetiva entidade gestora.

Os candidatos têm que ser detentores de uma exploração com título para o exercício da atividade pecuária das espécies bovinas ou suínas, que tenha apresentado a última declaração obrigatória de existências, no caso dos porcos, ou feito entregas de leite de vaca cru, nos 12 meses anteriores ao pedido de crédito.

“As operações de crédito a celebrar no âmbito da presente linha de apoio destinam-se ao financiamento de necessidades de tesouraria, através de empréstimos de curto e médio prazo (até três anos, após a contratação) e beneficiam de uma garantia autónoma à primeira solicitação prestada pela Agrogarante – Sociedade de Garantia Mútua, destinada a garantir até 75% do capital em dívida a cada momento”, precisou.

Por sua vez, as garantias emitidas por esta sociedade beneficiam de uma contragarantia de 80% do Fundo de Contragarantia Mútuo, que é gerido pelo BPF.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Candidaturas a apoio para suinicultura e leite já estão abertas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião