Máscara deixa de ser obrigatória nos transportes públicos em França

  • ECO
  • 12 Maio 2022

A partir da próxima segunda-feira, o uso de máscara vai deixar de ser obrigatório nos transportes públicos em França, anunciou o ministro da Saúde francês, Olivier Véran.

O uso de máscara vai deixar de ser obrigatório nos transportes públicos em França, a partir da próxima segunda-feira, anunciou o ministro da Saúde francês, Olivier Véran, após o Conselho de Ministros.

“A partir de segunda-feira, 16 de maio, o uso de máscara deixa de ser obrigatório em todos os transportes públicos do nosso país”, afirmou Olivier Véran, na quarta-feira, sublinhando que “uso de máscara continua a ser “recomendado”, citado pela RFI (acesso livre).

Neste contexto, o uso de máscara deixa de ser obrigatório no metro, comboios, autocarros, táxis ou TVDE e aviões em França. Recorde-se que na também na quarta-feira, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) informaram que vão deixar de recomendar o uso de máscara nos aeroportos e voos na Europa. Medida entra em vigor também na segunda-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Máscara deixa de ser obrigatória nos transportes públicos em França

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião