BRANDS' ECO Autarquia do Ano: município da Ribeira Grande explica projeto vencedor em “Espaços Verdes”

  • ECO + Lisbon Awards Group
  • 16 Maio 2022

Alexandre Branco Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, fala-nos sobre como nasceu o conceito do projeto premiado na 2ª Edição do Prémio Autarquia do Ano.

O “Parque Canino da Ribeira Grande” foi premiado na subcategoria “Espaços Verdes” na 2ª Edição do Prémio Autarquia do Ano. Alexandre Branco Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, explica, nesta entrevista, o conceito por trás do projeto.

A 3ª Edição do Prémio Autarquia do Ano 2022 tem inscrições abertas até 20 de maio, com categorias que abrangem as mais diversas áreas de atuação, junto da comunidade.

1. Qual foi o processo de escolha primordial que acabou por resultar num dos projetos vencedores ao Prémio Autarquia do Ano?

A escolha teve a ver com uma preocupação da autarquia em proporcionar um espaço de convívio, integrando o bem-estar animal. A ideia foi recuperar uma zona degradada da cidade para criar o primeiro parque canino do concelho.

2. Qual sente que tenha sido a maior relevância do projeto, para o seu município?

Acima de tudo, pelo facto de ser o primeiro espaço do género no concelho. É um local que foi totalmente recuperado pela Câmara Municipal, envolvendo uma área com cerca de 1500 m2 de zona verde, pista de obstáculos e outros equipamentos que dão prazer aos animais, mas também aos proprietários dos animais. É que toda a zona envolvente foi também recuperada, criando um parque de estacionamento para cerca de 50 viaturas e um espaço de lazer com mais de 10.000 m2. Foi a reconversão de um antigo campo de futebol de terra batida que agora serve para miúdos e graúdos, sem esquecer os amigos de quatro patas.

Alexandre Branco Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande.

3. Como foi o processo de implementação do projeto?

A implementação do projeto aconteceu pela necessidade de se criar um espaço que colmatasse uma necessidade no concelho. A ideia de parque canino deu-se a partir do momento em que iniciamos as obras no novo canil, que é um centro de recolha oficial, e que é complementar à oferta que temos naquele espaço. Depois foi a concretização de uma ambição da autarquia em dotar a cidade de mais espaços de lazer, com mais zonas verdes. Juntamos o útil ao agradável.

4. Considera que existe uma real importância do trabalho feito diariamente pelas autarquias e seus parceiros junto da sua comunidade?

Sem dúvida. As autarquias são verdadeiros obreiros e têm a capacidade de realizar obras que mudam o estilo de vida das pessoas. Este projeto do parque canino é bem exemplo disso, ou seja, de uma zona degradada, onde poucas pessoas conheciam, passou a ser um local agradável e com grande procura diária.

5. Na edição passada do Prémio Autarquia do Ano, o seu município foi destacado como um dos detentores de um projeto inovador e premiado por isso. Sente que valorizou o seu município?

Sim. A notoriedade que o prémio deu àquele espaço permitiu dar a conhecer a mais pessoas e hoje é uma referência no concelho e nos Açores. Estas distinções são muito importantes para passarmos uma boa imagem da nossa terra.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Autarquia do Ano: município da Ribeira Grande explica projeto vencedor em “Espaços Verdes”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião