Ryanair diminui perdas para 355 milhões de euros no último ano fiscal

  • Lusa
  • 16 Maio 2022

A companhia aérea Ryanair anunciou um prejuízo de 355 milhões de euros no último ano fiscal (até 31 de março), quando no mesmo período de 2021 registou perdas de 815 milhões de euros.

A companhia aérea Ryanair anunciou esta segunda-feira um prejuízo de 355 milhões de euros no último ano fiscal (até 31 de março), quando no mesmo período de 2021 registou perdas de 815 milhões de euros.

A companhia irlandesa de baixo custo disse que o volume de negócios aumentou 193%, para 1,64 mil milhões de euros, enquanto a tarifa aérea média caiu 27%, para 27 euros, devido à pandemia do novo coronavírus e à guerra na Ucrânia.

Por outro lado, registou uma “forte recuperação” no tráfego de passageiros, de 27,5 milhões de utilizadores em 2021 para 97,1 milhões em 2022, embora dissesse que ainda se encontrava 35% abaixo dos níveis pré-pandémicos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ryanair diminui perdas para 355 milhões de euros no último ano fiscal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião