Vendas da Bosch em Portugal crescem 5% em 2021

Empresa alemã vai contratar mais de 350 pessoas e investir 100 milhões de euros neste ano. Unidades de Ovar e de Aveiro estão a ser ampliadas.

As vendas do grupo Bosch em Portugal aumentaram 5% para 1,7 mil milhões de euros no ano fiscal de 2021. Os produtos saídos das unidades do grupo alemão em solo português foram exportados para mais de 50 países e representaram mais de 97% das vendas.

Em 2022, a empresa prevê a contratação de mais de 350 pessoas em Portugal e o investimento de cerca de 100 milhões de euros, segundo o anúncio feito em conferência de imprensa nesta terça-feira, a partir do Porto.

Também está prevista a ampliação das unidades de Ovar – para albergar equipas de investigação e desenvolvimento – e de Aveiro – com um novo edifício para logística e áreas comuns para os trabalhadores.

O grupo alemão está ainda a planear a ampliação das instalações em Braga, com dois novos edifícios para aumentar a capacidade de produção, de tecnologia e de investigação e desenvolvimento (I&D).

“A Bosch tem mostrado uma excelente performance em Portugal nos últimos anos. O grupo acredita em Portugal e no talento dos portugueses, o que nos traz segurança e confiança para o futuro, mesmo numa conjuntura difícil como a atual. Vamos continuar a contratar perfis especializados e a expandir as nossas áreas de produção e escritórios, continuando a fazer da I&D um dos pontos fulcrais das nossas atividades“, destaca o presidente do grupo alemão para a Península Ibérica, Javier González Pareja.

Em 2022, a Bosch espera aumentar as vendas face a 2021.

Segurança e esquentadores dão gás

No final de 2021, o grupo alemão contava com um total de 5.788 funcionários em Portugal, distribuídos pelas unidades de Braga, Ovar, Aveiro e Lisboa.

A melhoria dos resultados em 2021 deveu-se, sobretudo, ao crescimento na área de negócios de energia e tecnologia de edifícios, dividida entre Aveiro e Ovar.

Em Ovar, a fábrica de tecnologias de videovigilância, intrusão e comunicação registou mais 36% de vendas face a 2020, depois de ter passado a integrar, igualmente, o departamento de soluções de assistência e bicicletas e às casas inteligentes.

Em Aveiro, a unidade de produção de esquentadores, caldeiras e bombas de calor melhorou as vendas em 26%, “o maior aumento dos últimos anos”.

A Bosch tem mostrado uma excelente performance em Portugal nos últimos anos. O grupo acredita em Portugal e no talento dos portugueses, o que nos traz segurança e confiança para o futuro, mesmo numa conjuntura difícil como a atual. Vamos continuar a contratar perfis especializados e a expandir as nossas áreas de produção e escritórios, continuando a fazer da I&D um dos pontos fulcrais das nossas atividades

Javier González Pareja

Presidente do Grupo Bosch em Portugal e Espanha

Mais moderado foi o crescimento das duas unidades concentradas em Lisboa: a área de bens de consumo (eletrodomésticos e ferramentas elétricas) aumentou as vendas em 16%; a unidade de prestação de serviços de mobilidade e de processos de negócio (service solutions) viu as vendas crescerem 15%.

Por causa da travagem do setor automóvel, por falta de peças eletrónicas, a fábrica de soluções de mobilidade de Braga registou uma quebra nas vendas de 5%.

“Vindos de dois anos com as incertezas causadas pela pandemia e os constrangimentos da situação da escassez dos semicondutores, conseguimos um desempenho global positivo, recuperando para os níveis pré-pandemia”, explica Carlos Ribas, representante do Grupo Bosch em Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vendas da Bosch em Portugal crescem 5% em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião