Preços de seguro cyber subiram até mais 30% no 1ºT no mercado ibérico

  • ECO Seguros
  • 24 Maio 2022

Endurecimento nos preços para transferir riscos nas linhas de seguro cyber, patrimoniais, responsabilidade e administradores e diretores destacaram-se no trimestre, segundo monitorização da Aon.

A tarifa para seguro cibernético manteve tendência de subida no primeiro trimestre (1ºT) de 2022, com a região ibérica a verificar aumentos iguais ou superiores a 30% no pricing desta linha de seguros, indica Aon em relatório trimestral.

De acordo com a análise de tendências por linhas de negócio, segmentada por regiões, o Market Dynamics Q1 (Aon) para a geografia EMEA (Europa, Médio Oriente e África), as condições no mercado ibérico mostram-se agora mais desafiantes nos seguros para riscos patrimoniais e de responsabilidade (Casualty/Liability), cibernético (Cyber) e administradores e diretores (D&O).

Assumindo destaque no relatório, o cenário no mercado do seguro cibernético manteve-se “volátil no primeiro trimestre,” marcado por prejuízos complexos em resultado da “severidade” dos eventos que se multiplicaram nos últimos anos e com a taxa de variação anual de sinistros a manter “frequência relativamente constante”, assinala a corretora de seguros e consultora global de risco.

Quanto aos preços das coberturas, o risco Cyber continuou a encarecer, registando subida tarifária que em alguns casos foi superior a 30% (> +30%), sob “constrangimento” na capacidade de oferta, mais “rigor” na subscrição de risco e tipos coberturas (e respetivos limites) a tornarem-se mais “restritivos”, desenvolve análise de dinâmicas da Aon. Nos seguros D&O, além do agravamento das condições gerais, também classificadas como “desafiantes,” a tendência no mercado ibérico variou subida de preços entre mais de 11% e os 30%, com a capacidade de subscrição no lado da oferta igualmente sob pressão, salienta.

No trimestre marcado pela agressão militar da Rússia à Ucrânia, enquanto Casualty/Liability mostrou subidas de preço de até 10% (chegando aos 30% em algumas coberturas específicas), também a evidenciar limitações no lado da oferta, os Seguros de Crédito comercial foram a linha de negócio com evolução mais moderada na generalidade das variáveis de análise sumarizadas no relatório em que a consultora também refere, para a generalidade do restante mercado segurador, a manutenção de condições “modestamente favoráveis” – de moderação na tendência de pricing – já observadas no último trimestre de 2021.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preços de seguro cyber subiram até mais 30% no 1ºT no mercado ibérico

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião