Petróleo cai quase 1% com investidores à espera da reunião dos produtores

O preço do petróleo negociado nos mercados internacionais está a recuar, com o barril a rondar os 115 dólares.

Os preços do petróleo estão a recuar quase 1% esta quinta-feira, com os investidores à espera de uma reunião dos principais produtores do “ouro negro” que vai ocorrer mais tarde. Existem especulações de que a Arábia Saudita pode aumentar a produção de petróleo em resposta à insistência dos Estados Unidos.

Às 14h30 de Lisboa, o barril de brent, cotado em Londres e que serve de referência às importações nacionais, está a desvalorizar 0,75% para 115,4 dólares, depois de ter chegado a cair mais de 2%. Já o WTI, cotado em Nova Iorque, cai 0,85% para 114,2 dólares.

Apesar de o levantamento gradual de confinamentos devido à Covid-19 na China ter contribuído para o suporte de preços, a especulação de que a Arábia Saudita pode aumentar a produção pesou no mercado, apontou Tsuyoshi Ueno, economista do NLI Research Institute, citado pela Reuters.

“Os investidores abriram posições compradas para esperar e ver se a Arábia Saudita aumentaria a produção mais rapidamente para responder aos pedidos dos Estados Unidos e se o aumento afetaria o equilíbrio global de oferta e procura”, disse o economista.

Ainda é incerto qual será o resultado da reunião dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus Aliados (OPEP+). A Arábia Saudita estará preparada para aumentar a produção de petróleo se a produção da Rússia cair substancialmente por causa das sanções ocidentais impostas, segundo avançou o Financial Times (acesso pago, conteúdo em inglês) na quarta-feira.

Ainda assim, outros esperam que a OPEP + mantenha a política de produção inalterada.

(Notícia atualizada às 14h30 com novas cotações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo cai quase 1% com investidores à espera da reunião dos produtores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião