Future Healthcare coloca quase presencial consulta médica virtual

  • ECO Seguros
  • 8 Junho 2022

Para as seguradoras de saúde a nova tecnologia vai permitir melhor serviço e evitar custos com sinistros antecipando problemas médicos dos seus clientes.

O grupo português Future Healthcare, lançou uma solução de Observação Médica Remota (OMR), que inclui um dispositivo médico que possibilita a realização de um exame físico mais completo aos clientes.

José Pina, CEO da Future Healthcare: “Agora é preciso fazer chegar os dispositivos às pessoas, pode ser o cliente a adquirir ou ser financiado pelas próprias seguradoras”.

“As seguradoras estão a oferecer cada vez mais serviços de telemedicina incorporado nos seus serviços”, afirma José Pina, CEO e fundador da Future Healthcare, acrescentando que assim “dão melhor serviço aos seus clientes e tem um efeito em redução de custos porque melhora os diagnósticos, antecipando de problemas mais graves”, ressalvando que já grandes seguradoras no mundo, como a United Healthcare, a seguir este modelo.

O OMR já está disponível através da Future Healthcare Virtual Clinic (FHVC), foi desenhado para uma utilização familiar ou corporativa, e possibilitando a vídeo-consulta de uma importante parte da observação médica realizada durante uma consulta presencial.

De acordo com Ana Pina, Diretora da Digital Health na Future Healthcare: “Esta nova solução responde à necessidade de capacitar a consulta à distância para a abordagem de situações médicas que, sem esta solução, não seriam possíveis avaliar de forma tão eficaz por esta via”, segundo a médica “através deste tipo de soluções, a capacidade clínica em consulta remota torna-se cada vez mais próxima da consulta presencial, o que aumentará o alcance da medicina digital.

O Tytocare permite diagnóstico muito próximo de uma observação presencial.

O dispositivo incluído na solução OMR, permite a auscultação de sons cardíacos, auscultação pulmonar, auscultação abdominal, medição de frequência cardíaca, observação do canal auditivo, observação da garganta e avaliação de imagens de alta qualidade, nomeadamente da pele, pelo médico à distância.

Os dispositivos custam pouco acima dos 300 euros, pode ser usado até 10 pessoas durante vários anos e pode também ser pago mensalmente, afirma José Pina que conclui ser agora preciso “fazer chegar os dispositivos às pessoas, pode ser cliente a adquirir ou ser financiado pelas próprias seguradoras”.

Fundado em 2003 por José Pina, o Grupo Future Healthcare é um grupo internacional privado, independente e especializado na gestão de seguros de saúde e vida, que liga digitalmente o cliente final ao prestador de serviços médicos e ao cliente corporativo. A marca tem presença em Portugal, Espanha, Polónia e Roménia e também na América Latina, no Equador e na Colômbia.

A Future Healthcare tem cerca de 800 mil clientes em carteira, entre corporate e retalho em gestão através da sua plataforma, que inclui planos e seguros de saúde e obteve cerca de 3 milhões de euros de volume de negócios em 2020.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Future Healthcare coloca quase presencial consulta médica virtual

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião