Excesso de mortalidade voltou a subir em abril na União Europeia

Ainda assim, o valor registado em abril continua longe do último pico registado em novembro de 2021, altura em que se fixou nos 21%.

O excesso de mortalidade na União Europeia (UE) continuou a aumentar em 2022, situando-se nos 10% em abril.

Segundo os dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat, a tendência de mortalidade excessiva manteve-se no quarto mês do ano depois de em março ter sido registado um valor na ordem dos 6% e, em janeiro e fevereiro, de 8%.

Ainda assim, e olhando para os últimos seis meses, o valor registado em abril continua longe do último pico registado em novembro de 2021, altura em que se fixou nos 21%. Antes disso, os meses que registaram mais casos de Covid-19 foram fortemente marcados pelo excesso de mortalidade na UE: em abril de 2020 foi de 25% e em novembro do mesmo ano foi 40%.

Entre os Estados-membros a tendência, é, no entanto, variada. Segundo o gabinete de estatística europeu, a Suécia registou um valor inferior à média mensal do país registada entre 2016 e 2019 (-5%), enquanto a Letónia (+3%), Estónia, Bulgária e Eslováquia (todos +4%) registaram valores inferiores a metade da média da UE.

Entretanto, a taxa mais elevada de excesso de mortalidade foi registada na Grécia (+28%), com vários outros Estados-Membros (Irlanda, Luxemburgo, Países Baixos e Áustria) a registarem valores entre 18% e 19%. Portugal surge a meio da tabela com um excesso de mortalidade avaliado em 12%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Excesso de mortalidade voltou a subir em abril na União Europeia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião