Partido de Macron perde maioria absoluta no Parlamento francês

A coligação das esquerdas (Nupes), de Jean-Luc Mélenchon, terá ficado com 141 lugares, passando a ser a segunda força na Assembleia Nacional francesa. 

O partido de Emmanuel Macron terá perdido a maioria absoluta no Parlamento francês. As primeiras projeções apontam para a vitória da coligação Ensemble!, embora com 234 deputados, número inferior aos 289 lugares necessários para a maioria absoluta, segundo números divulgados pela France Info.

De acordo com as mesmas projeções, a coligação das esquerdas ( Nupes), liderada por Jean-Luc Mélenchon, terá ficado com 141 lugares, passando a ser a segunda força na Assembleia Nacional francesa.

O partido União Nacional, de Marine Le Pen, terá conseguido o melhor resultado de sempre, com 90 deputados. Isto permitirá ao partido de extrema-direita, por exemplo, ao partido apresentar moções de censura no Parlamento.

O partido de direita Os Republicanos terá ficado com 75 assentos no Parlamento francês, menos 25 lugares do que há cinco anos.

Confirmando-se as projeções, Macron poderá obter a maioria absoluta na Assembleia Nacional caso forme uma coligação com Os Republicanos, num total de 309 lugares.

A atual primeira-ministra francesa, Elisabeth Borne, conseguiu ser eleita na circunscrição pela qual estava a concorrer, vencendo Noé Gauchard, da coligação Nupes.

A taxa de abstenção situou-se nos 54%, mais elevada face à primeira volta da semana passada mas abaixo dos números da segunda volta de 2017. Na altura, registou-se um máximo histórico na abstenção deste tipo de eleição em França, fixando-se em 57,36%.

De acordo com os resultados finais da primeira volta, divulgados em 13 de junho, a coligação Ensemble!, de Emmanuel Macron, obteve 5.857.557 votos (25,75%), seguida de perto pela coligação de esquerda Nova União Popular Ecologista e Social (Nupes), com 5.836.116 votos (25,66%). Significa que apenas 21.441 votos separam as duas coligações.

Segundo os dados do Ministério do Interior de França, em terceiro lugar ficou a União Nacional, de Marine Le Pen, extrema-direita, com 4.248.600 votos (18,68%).

(Notícia atualizada pela última vez às 22h33 com as projeções mais recentes)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Partido de Macron perde maioria absoluta no Parlamento francês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião