Combustíveis descem pela terceira semana seguida

Alívio nas cotações do brent traz mais uma descida nos preços dos combustíveis. Gasóleo ficou 8 cêntimos mais barato e gasolina 3.

Os combustíveis arrancam a semana a descer pela terceira vez seguida, beneficiando do alívio dos preços do brent. Os portugueses que forem abastecer o carro esta segunda-feira vão pagar menos oito cêntimos por litro de gasóleo e menos três por litro de gasolina, apurou o ECO junto de fonte do setor.

Se se confirmarem estes valores, o litro de gasóleo simples deve voltar a custar menos de dois euros, ao descer para 1,986 euros, e o da gasolina simples 95 descerá para 2,071 euros, de acordo com os valores médios praticados nas bombas na sexta.

Pela via da fiscalidade, já não vão existir mais mexidas já que o Executivo decidiu prolongar por dois meses o desconto no ISP equivalente a uma descida da taxa do IVA dos 23% para 13% e manter em julho e agosto nos atuais valores a redução do ISP equivalente à receita adicional de IVA decorrente de subidas de preços dos combustíveis.

Além disso, também foi suspensa, por mais dois meses, a atualização da taxa de carbono. “Considerando todas as medidas, a diminuição da carga fiscal será de 28,2 cêntimos por litro de gasóleo e 32,1 cêntimos por litro de gasolina”, contabilizou o gabinete de Fernando Medina em comunicado, acrescentando que o “desconto será reavaliado em agosto”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Combustíveis descem pela terceira semana seguida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião