Musk deixa cair compra do Twitter

  • ECO
  • 8 Julho 2022

O dono da Tesla anunciou que já não quer comprar a plataforma social Twitter e já teve uma resposta. O 'board' do Twitter vai tentar fazer cumprir o negócio em tribunal.

Afinal, já não há negócio com o Twitter. O milionário Elon Musk desistiu da aquisição da rede social, um negócio que estava avaliado em 44 mil milhões de dólares. A razão invocada pelo dono da Tesla é a falta de informação da administração do Twitter em relação às suspeitas de contas falsas.

Numa carta enviada à gestão da rede social, Musk considera que “o Twitter não cumpriu com as suas obrigações contratuais”, mas este argumento mereceu uma resposta rápida de Bret Taylor, o presidente do conselho de administração do Twitter. “O Conselho Twitter está empenhado em encerrar a transacção pelo preço as condições acordadas com o Sr. Musk e planeia prosseguir com uma acção legal para fazer cumprir o acordo. Estamos confiantes de que prevaleceremos no Tribunal de Delaware”, escreveu Bret Taylor.

O risco do negócio tinha sido pré-anunciado no início do mês de junho. Os advogados de Musk já tinham avisado a gestão do Twitter, como revelou o Financial Times. “Com base no comportamento do Twitter até à data, e a mais recente correspondência da empresa em particular, o Sr. Musk acredita que a empresa está ativamente a resistir e a impedir o seu direito à informação (e as respetivas obrigações) ao abrigo do acordo”, lê-se na missiva, citada pelo jornal britânico. Agora, o patrão da Tesla rompeu mesmo o negócio.

Desde a primeira hora, recorde-se, o mercado raramente acreditou que a operação se concretizaria. O acordo de Musk pressupunha o pagamento de 54,2 dólares por cada ação da empresa, valor que, na bolsa, apenas foi superado por um curto período no final de abril.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Musk deixa cair compra do Twitter

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião