Dia misto em Wall Street à espera de dados mensais do emprego

  • Joana Abrantes Gomes
  • 4 Agosto 2022

As bolsas norte-americanas encerraram sem rumo definido, um dia antes de serem conhecidos os dados mensais sobre o emprego nos EUA. O Nasdaq esteve em destaque, atingindo uma nova alta de três meses.

Wall Street fechou mista na sessão desta quinta-feira, com ganhos na tecnologia a compensar perdas no setor de energia. Os investidores aguardam pelo relatório mensal de emprego dos EUA, que será divulgado na sexta-feira, em busca de pistas sobre o ritmo de aumento das taxas de juro.

Registando o melhor desempenho desde 4 de maio, o tecnológico Nasdaq avançou 0,41% para 12.720,58 pontos, impulsionado pelos ganhos de mais de 2% da Amazon, enquanto as ações de energia, como da Exxon Mobil, pesaram sobre o S&P 500, que teve um recuo ligeiro de 0,08% para 4.152,02 pontos. O industrial Dow Jones cedeu 0,26% para 32.727,19 pontos.

Os receios com o abrandamento da economia global empurraram os preços do petróleo para o seu nível mais baixo desde antes da invasão russa da Ucrânia, em 24 de fevereiro, e os rendimentos das obrigações norte-americanas caíram após o Banco de Inglaterra, que esta quinta-feira subiu as taxas de juro em 50 pontos base, ter alertado para uma longa recessão.

“O mercado está à procura de direção após um forte salto que aliviou o profundo pessimismo que tinha permeado os mercados”, disse Yung-Yu Ma, estratega de investimento principal da BMO Wealth Management, citado pela Reuters. “Muitos sinais indicam que a inflação atingiu o seu pico e a questão agora volta-se para a rapidez com que irá baixar ou se componentes mais pegajosos irão mantê-la mais alta do que a Fed se sente confortável”, acrescentou.

O foco na sexta-feira estará no relatório de emprego dos EUA, que se espera que mostre que os salários dos trabalhadores não agrícolas aumentaram em 250.000 postos de trabalho em julho, após um aumento em 372.000 postos de trabalho no mês anterior. Quaisquer sinais de força no mercado de trabalho poderão alimentar os receios de medidas agressivas por parte do banco central norte-americano para conter a inflação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dia misto em Wall Street à espera de dados mensais do emprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião