De Banguecoque a Paris. Inês Caldeira assume novas funções na L’Oréal

A partir de 22 de agosto, a gestora portuguesa assume novo cargo na sede da multinacional de beleza em Paris.

Inês Caldeira está de saída da L’Oréal na Tailândia, onde era CEO, para assumir este mês novas funções na sede da multinacional em Paris. Será a nova diretora-geral adjunta mundial da L’Oréal Paris, adiantou a profissional à Pessoas.

Desde setembro de 2018 a liderar a L’Oréal na Tailândia, responsável ainda pelos mercados de Laos e Camboja – um mercado avaliado em mais de três mil milhões de euros na área de beleza –, Inês Caldeira foi, com 35 anos, a mais jovem e a primeira CEO da L’Oréal em Portugal.

Do seu período à frente da multinacional nesta região da Ásia, Inês Caldeira faz um “balanço muito positivo com importantes ganhos de quota de mercado“, destacando ainda a “transformação do ecommerce, que hoje vale mais de 20% do turnover da filial, bem como a “implementação de nova estrutura e formas de trabalho preparadas para o futuro”.

Durante a sua gestão, a companhia foi distinguida pela ONU Mulheres com o prémio WEP (Women’s Empowerment Principles) Tailândia 2021, na categoria de envolvimento comunitário e parceiras. Este prémio homenageia organizações da Ásia Pacífico que defendem a igualdade de género no local de trabalho, mercado e comunidade.

A partir de 22 de agosto, a profissional assume novo cargo na sede da companhia em Paris. Como diretora-geral adjunta mundial da L’Oréal Paris tem como scope de atuação o crescimento da China e países emergentes, o digital e ecommerce e ativação online e offline, descreve.

(notícia atualizada às 17h59 clarificando o peso do digital na filial da Tailândia)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

De Banguecoque a Paris. Inês Caldeira assume novas funções na L’Oréal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião