Bolsa abre em alta e tenta pôr fim a cinco sessões negativas

Lisboa caiu para mínimos de dois meses depois de ter fechado as últimas cinco sessões no vermelho. EDP, EDP Renováveis e BCP dão impulso ao PSI no arranque.

Depois de cinco sessões negativas, a bolsa nacional despertou esta terça-feira com ganhos suportados pelos pesos pesados EDP, EDP Renováveis e BCP, que avançam mais de 1%. Europa também arranca com sentimento positivo.

O PSI, o principal índice português, soma 0,74% para 5.882,59 pontos, sendo que apenas duas cotadas estão a negociar em contramão: a Navigator e a Corticeira, que descem cerca de 0,5%.

Do lado dos ganhos, a EDP soma 1,90% para 5,042 euros, a EDP Renováveis ganha 1,43% e o BCP avança 1,60% para 0,1464 euros, todos dando um forte impulso para o bom desempenho da praça portuguesa que caiu para o nível mais baixo dos últimos dois meses nas últimas sessões.

EDP Renováveis avança

Galp e Jerónimo Martins, as outras duas cotadas com grande peso no índice, também estão em alta: as ações da petrolífera e da retalhista valorizam 0,40% e 0,44%, respetivamente.

Lisboa acompanha a abertura positiva nas bolsas europeias. O Stoxx 600, que agrega as 600 principais companhias do Velho Continente, ganha 0,4%. O CAC-40 de Paris e o IBEX-35 de Madrid avançam 0,4% e 0,6%.

Os investidores têm as suas atenções direcionadas para os bancos centrais, que se preparam para uma nova vaga de aumento das taxas de juro face à escalada da inflação, incluindo a Reserva Federal norte-americana esta quarta-feira e o Banco de Inglaterra e da Suíça na quinta.

No petróleo, o barril de Brent valoriza 0,17% para 92,16 dólares, prolongando os ganhos das últimas duas sessões.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa abre em alta e tenta pôr fim a cinco sessões negativas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião