Nas notícias lá fora: Fed, Apple e criptomoedas

  • ECO
  • 20 Setembro 2022

Coreia do Sul pediu à Interpol a emissão de um alerta para o fundador da Terraform Labs, procurado após perdas de investidores de 40 mil milhões de dólares em criptomoedas.

As atenções, sobretudo dos mercados, estão postas na reunião de dois dias da Reserva Federal norte-americana. Além de ser esperado um aumento de 75 pontos na taxa diretora, são aguardadas com expectativa as previsões de evolução das taxas de juro até 2025, assim como do Produto Interno Bruto (PIB), da inflação e do desemprego. E se a escala da inflação está a ditar a subida dos juros também levou a Apple a anunciar que vai aumentar os preços das aplicações e das compras in-apps na sua App Store em vários países, incluindo os que fazem parte da Zona Euro, Polónia, Suécia, Japão e Malásia.

Financial Times

Fed pressionada a avançar com nova subida dos juros

A Reserva Federal norte-americana (Fed) inicia esta terça-feira uma reunião de dois dias durante a qual deverá decidir um novo aumento das taxas de juro para travar a inflação, apesar da ameaça de recessão. A maior parte dos economistas antecipa uma subida de 75 pontos base, mas já foi também avançada a possibilidade de um aumento mais forte, de um ponto percentual (100 pontos base). As taxas de juro de referência estão, atualmente, entre 2,25% e 2,50%. Desde março, o banco central já aprovou quatro subidas das taxas de juro, as duas últimas, em junho e julho, de 75 pontos base, um aumento que não acontecia desde 1994. A Fed também vai atualizar na quarta-feira, as previsões em matéria de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), da inflação e do desemprego, assim como as previsões de evolução das taxas de juro até 2025.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago, conteúdo em inglês)

Reuters

Apple aumenta preços na loja de aplicações a partir de outubro

A Apple anunciou que vai aumentar os preços das aplicações e das compras in-apps na sua App Store em vários países, incluindo os que fazem parte da Zona Euro, Polónia, Suécia, Japão e Malásia. O novo preçário, que exclui as subscrições automaticamente renováveis, entrará em vigor no próximo dia 5 de outubro. A empresa anunciou que os developers poderão alterar os preços dos seus produtos se considerarem apropriados.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso pago, conteúdo em inglês)

El Mundo

Sánchez oferece-se a Guterres para alcançar acordos contra crise global

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, ofereceu-se ao secretário-geral da ONU, António Guterres, para colaborar em tudo o que for possível no objetivo de alcançar acordos multilaterais contra crises como a alimentar ou a energética. Sánchez vai permanecer até quinta-feira em Nova Iorque para discursar na abertura do 77.º período de sessões da Assembleia das Nações Unidas. O presidente do Governo espanhol e o secretário-geral da ONU já realizaram várias reuniões nos últimos anos para analisar a situação do organismo e as suas ações perante problemas como as alterações climáticas, a pandemia ou, mais recentemente, as consequências da guerra na Ucrânia. Segundo fontes espanholas, Sánchez insistiu no multilateralismo como a única forma de enfrentar os desafios globais do século XXI, abordando também a crise alimentar.

Leia a notícia completa no El Mundo (acesso livre, conteúdo em espanhol)

CNBC

Seul pede à Interpol que emita alerta para suspeito de fraude com criptomoedas

A Coreia do Sul pediu à Interpol a emissão de um alerta para o fundador da Terraform Labs, procurado após perdas de investidores de 40 mil milhões de dólares (39,9 mil milhões de euros) em criptomoedas. O Ministério Público do distrito sul de Seul pediu à Interpol para fazer circular o “aviso vermelho” para Do Kwon pelos 195 países membros da agência, para o encontrar e deter. Um tribunal sul-coreano emitiu recentemente mandados de detenção para Kwon e mais cinco pessoas ligadas à Terraform Labs, enquanto procuradores investigam alegadas fraudes e crimes financeiros relacionados com a implosão das suas criptomoedas em maio. O paradeiro de Kwon é desconhecido.

Leia a notícia completa na CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

Le Parisien

Prédio nos Campos Elísios vendido por preço recorde

Um prédio com quase 18 mil metros quadrados localizado na famosa avenida dos Campos Elísios, em Paris, e muito próximo do monumento do Arco do Triunfo, foi vendido por um valor recorde ao fundo de investimento Cheval Paris, que é controlado pelo fundo Mimco Asset Management. O número 150 é um edifício de 17.800 metros quadrados, adquirido em 2009 pela subsidiária da seguradora Groupama, que o reestruturou para realizar um projeto hoteleiro no local. A empresa francesa não adiantou o valor exato do negócio, mas diz que foi superior aos 613 milhões de euros pagos para a venda da sede da Nike, em 2019, havendo quem avance o montante de 800 milhões de euros. A Groupama Immobilier realizou uma mais-valia líquida de mais de 400 milhões de euros, indica o grupo.

Leia a notícia completa no Le Parisien (acesso livre, conteúdo em francês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Fed, Apple e criptomoedas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião