Pizarro defende sede da direção executiva do SNS fora de Lisboa

  • ECO
  • 20 Setembro 2022

“Não há nenhuma cidade portuguesa que esteja impossibilitada de acolher a sede do Serviço Nacional de Saúde", declarou o ministro da Saúde, lembrando a "forte vontade descentralizadora" do Governo.

O novo ministro da Saúde considera que a sede da nova direção executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS) deve ficar fora de Lisboa, tendo em conta a “forte vontade descentralizadora” do Governo, noticia o Público (acesso condicionado). “A colocação da sede de organismos públicos nacionais fora da cidade de Lisboa faz também sentido, de acordo com esse processo de desconcentração”, afirmou Manuel Pizarro na segunda-feira, durante uma homenagem a um médico no Porto.

Sublinhando que “não há nenhuma razão” para sediar a direção executiva do SNS na capital e admitindo que “é possível que seja noutra cidade”, o responsável não se compromete, ainda assim, que a cidade escolhida seja o Porto, cidade de onde é e na qual trabalha Fernando Araújo, presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar de São João, que foi convidado para ocupar o cargo de diretor executivo do SNS. Aliás, o sucessor de Marta Temido apontou que “não há nenhuma cidade portuguesa que esteja impossibilitada de acolher a sede do SNS”, pelo que o Governo irá avaliar quais são os edifícios disponíveis para o efeito.

Sobre se vai beneficiar de um reforço de meios para o seu Ministério, Manuel Pizarro frisou que “não há uma varinha mágica que resolva os problemas de um dia para o outro, de um ano para o outro“, visto serem “problemas que são estruturais e que precisarão de tempo para as soluções de longo prazo que se impõem”. “Também é necessário cuidar da boa gestão de todos os meios que temos, e essa é, aliás, uma das virtualidades da nova direção executiva, que é poder articular de forma mais eficaz as diferentes redes do SNS”, disse.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pizarro defende sede da direção executiva do SNS fora de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião