BRANDS' PESSOAS Ajudar a libertar o contabilista para o que interessa

  • BRANDS' ECOSEGUROS
  • 26 Outubro 2022

Através de ferramentas inovadoras, como a inteligência artificial, já é possível libertar o contabilista para outras atividades. O software PHC GO é um exemplo de como este sonho pode ser real.

“Libertar o contabilista daquilo que o prende para poder fazer aquilo que é realmente importante, ou seja, trazer mais impacto ao negócio.” Foi desta forma que Ricardo Parreira, CEO da PHC Software, deu início ao evento híbrido “O contabilista do futuro já hoje”, organizado por esta empresa no dia 13 de outubro, para mostrar como é que a atualização do software de gestão PHC GO veio revolucionar a atividade dos contabilistas.

“O contabilista do futuro já hoje” foi o tema do evento organizado pela PHC, para mostrar como é que a atualização do software de gestão PHC GO veio revolucionar a atividade dos contabilistas.

Baseada numa investigação levada a cabo ao longo de 2021 pela própria PHC Software, e que implicou a realização de entrevistas a mais de mil contabilistas para perceber quais as maiores dificuldades que enfrentam no desenvolvimento do seu trabalho, bem como as suas principais necessidades, esta sexta atualização do software vem, assim, garantir a “mudança de paradigma da contabilidade”, destacou o responsável.

Papéis, erros e tempo: a tríade das dificuldades

Entre as principais dificuldades destacadas não só pelos contabilistas entrevistados pela PHC Software, mas também pelos participantes no evento (que foram convidados a responder a diversas questões ao longo da sessão, através de televoto), a excessiva burocracia e transferência de papéis é um verdadeiro problema, e isto apesar da alegada transição digital. Por outro lado, os erros humanos constituem outro óbice que têm de enfrentar, a que acresce ainda o tempo perdido com todas estas dificuldades e com a natureza da própria atividade, que tradicionalmente implica duplicação de tarefas, contactos repetidos com o cliente, correção de erros, entre outros.

Como notou precisamente um dos entrevistados, a contabilidade enfrenta “os mesmos problemas há 30 anos”. Porém, Ricardo Parreira lembrou que esta era está agora a acabar, graças à emergência de “um novo paradigma”, o qual vem permitir “reduzir em cem vezes o tempo de preparação dos documentos da empresa, principalmente porque já estaria tudo digitalizado e não havia transferência de papéis”. Da mesma maneira, passa a ser possível “reduzir em dez vezes o tempo de reconciliação bancária, porque a inteligência artificial trataria de praticamente tudo”, além de que passa a ser viável “reduzir em 20 vezes o tempo de validação das declarações, porque passa a haver confiança nos dados”.

Os três pilares do novo paradigma

De acordo com o CEO da PHC Software, o novo paradigma da contabilidade assenta em três vertentes essenciais, a começar pelo facto de “o contabilista externo à empresa deixar de precisar de ter software, porque vai partilhar com o cliente o software na cloud”. Ou seja, com esta revolução “também termina o contabilista ter de pagar por software”, sublinhou.

Por outro lado, em causa está um “software inteligente e antierro, altamente integrado e que trata de tudo o que é duplicação de trabalho, que tem todas as análises fiscais e financeiras para que o contabilista possa realmente ter impacto, interpretar os números e ajudar as empresas”. Por fim, trata-se de uma “plataforma online e totalmente gratuita de apoio aos contabilistas”.

"[com este software] nasce um contabilista que vai apoiar o negócio e trazer valor, porque tem tempo, confia nos dados, não está afogado em burocracia e papéis, e nasce um contabilista com negócio muito mais rentável, porque vai ser mais reconhecido pelos empresários, vai ser reconhecido o seu valor e a sua importância para o dia a dia do negócio”

Ricardo Pereira

CEO PHC Software

Em suma, com este passo em frente em termos de software, “nasce um contabilista que vai apoiar o negócio e trazer valor, porque tem tempo, confia nos dados, não está afogado em burocracia e papéis, e nasce um contabilista com negócio muito mais rentável, porque vai ser mais reconhecido pelos empresários, vai ser reconhecido o seu valor e a sua importância para o dia a dia do negócio”, resumiu Ricardo Parreira.

Embora admitindo a existência de alternativas no mercado, o responsável frisou que, na verdade, estas apresentam algumas desvantagens. Por exemplo, a contabilidade online simples “não cresce com o cliente, não tem as funções todas de ERP e o contabilista paga”. Já o software de contabilidade tradicional implica “trabalho duplicado, é difícil de manter o sistema informático e o contabilista também o paga”.

Uma network que ajuda mesmo

Coube a Gonçalo Andrade, Community Manager da PHC Software, dar a conhecer as características da PHC GO Professional Accountants Network, a qual constitui uma plataforma de apoio ao contabilista, que vem revolucionar a forma como este e o cliente se relacionam com máxima autonomia. Nas suas palavras, esta plataforma “pode ajudar o contabilista de quatro maneiras”. Desde logo, “é totalmente gratuita para o contabilista certificado que se registar”, isto é, “não paga mais por isso e não tem de mudar o seu software”. Destina-se a dar “apoio total” a estes profissionais, nomeadamente através de um fórum de ajuda, conteúdos de apoio, notícias de fiscalidade e software, e ainda através da disponibilização de “formação completa e gratuita sobre o software”. Esta plataforma permite ainda “acesso total e direto ao software do cliente”, tratando-se de um “acesso disponível a qualquer hora e qualquer lugar”.

E o que é também relevante é que “esta network permite ao contabilista ganhar dinheiro através da recomendação do PHC GO ao cliente”. Em concreto, o profissional “pode ganhar duas mensalidades do plano subscrito pelo cliente”, explicou Gonçalo Andrade, segundo o qual, esta plataforma foi lançada no primeiro semestre de 2022, existindo já mais de cem contabilistas a usá-la.

Ricardo Pereira, CEO PHC Software

Contabilidade inteligente. Porquê?

O Community Manager apresentou ainda à audiência – repartida entre as instalações da PHC Software, em Oeiras, e o online, já que o evento foi também transmitido via streaming – as sete áreas que vão fazer a diferença nesta nova contabilidade, com demonstrações práticas do software. Em primeiro lugar, chamou a atenção para o facto de esta ser uma contabilidade mais automática e com menos erros humanos, logo, com “menos tempo perdido em tarefas rotineiras”, graças aos “automatismos e pré-configurações para alta velocidade”. Como consequência, há “mais fiabilidade dos dados”, o que “traz mais segurança ao contabilista”, além de que “as obrigações legais são cumpridas”. Desta forma, há maior capacidade de “apoio à tomada de decisão”, uma vez que o PHC GO “tem dados disponíveis em tempo real que permitem uma maior robustez para uma tomada de decisão mais acertada”. É ainda de destacar a “alta flexibilidade”, garantida através do plano de contas flexível, plano de IVA facilitado e das pré-configurações personalizáveis.

“Quando é adquirido, o PHC GO Contabilidade é um software pronto a funcionar e rápido a começar”, referiu ainda, ou seja, “é um add-on chave na mão, com configurações que permitem começar já hoje”. Por outro lado, permite também a gestão de ativos através de outro add-on desenvolvido com este fim, o Assets. De destacar que o PHC GO foi considerado Produto de Ano, uma distinção resultante de um estudo de mercado independente da Netsonda.

Para assinalar o pré-lançamento do PHC GO Contabilidade, decorre até 30 de novembro uma campanha de 70% de desconto nos 12 primeiros meses. Estão disponíveis aqui demonstrações do software, com clarificação sobre as novas funcionalidades do mesmo.

Uma profissão com cada vez mais impacto

A terminar, Ricardo Parreira contestou a ideia, por vezes difundida, de que “o contabilista vai deixar de ser importante, já que vai ser substituído pela tecnologia”. “Isso não pode estar mais longe da verdade”, afirmou, recordando que “o contabilista tem know-how específico, que muitas vezes os empresários não têm. Temos é de lhe criar as condições para ter impacto”.

"o contabilista tem know-how específico, que muitas vezes os empresários não têm. Temos é de lhe criar as condições para ter impacto. ”

Ricardo Pereira

CEO da PHC Software

Nas suas palavras, “as empresas também vão ganhar muito com isto”, uma vez que “vamos ter as obrigações fiscais cumpridas a tempo e sem erros, vamos ter toda a informação em tempo real, toda a contabilidade e resultados instantâneos, e vamos ter esta necessidade muito importante para as empresas de apoio fiscal e financeiro”, reforçou o CEO. “Hoje, o contabilista não tem tempo, porque está preso ao paradigma anterior, às alternativas anteriores, mas com este paradigma vai ter tempo para olhar para os dados”, o que leva a “contabilistas com mais impacto e empresas com melhor gestão”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ajudar a libertar o contabilista para o que interessa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião