ūüďĻ Como evoluiu o cal√ßado portugu√™s numa d√©cada?

Ind√ļstria portuguesa do cal√ßado fechou o ano passado com menos empresas e trabalhadores do que em 2012, com o valor das exporta√ß√Ķes a disparar 25% neste per√≠odo. Vejo o v√≠deo.

No espa√ßo de uma d√©cada, a ind√ļstria do cal√ßado em Portugal perdeu um total de 136 empresas e 2.332 postos de trabalho, de acordo com os dados fornecidos pela associa√ß√£o empresarial do setor (APICCAPS). Ainda assim, conseguiu somar nestes dez anos sucessivos recordes nas vendas ao exterior ‚Äď incluindo um novo m√°ximo de 2.009 milh√Ķes de euros no ano passado –, com o pre√ßo m√©dio do par de sapatos na exporta√ß√£o a progredir para 26,4 euros.

Conheça todos os detalhes no vídeo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Coment√°rios ({{ total }})

ūüďĻ Como evoluiu o cal√ßado portugu√™s numa d√©cada?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discuss√£o dando a sua opini√£o