Airbus. “Temos um plano de crescimento de até 800 pessoas em 2025”

A companhia aeronáutica admite estar a estudar localizações para hub satélites em zonas do país com instituições de ensino e acesso ao talento.

A Airbus quer reforçar a equipa com mais 300 pessoas e, no quarto trimestre, mudar o hub de Lisboa da companhia de aeronáutica para o Parque das Nações. Um novo espaço para acolher o plano de crescimento ambicioso da empresa para Portugal: “Temos um plano de crescimento de até 800 pessoas em 2025.”

Depois de no ano passado a Airbus ter arrancado o seu Global Business Services Centre em Lisboa, hoje o hub já emprega 130 profissionais de 21 nacionalidades. O objetivo é, já este ano, reforçar com mais 300 profissionais, mas nos planos está a mudança para um novo edifício na zona Oriente da cidade de Lisboa, estando a empresa a estudar outros potenciais escritórios-satélite em outras zonas do país.

Estamos a considerar abrir alguns escritórios satélite noutras cidades portuguesas de média dimensão onde há excelentes instituições de ensino superior (universidades e politécnicos) com muitas pessoas talentosas”, adianta Charles Huguet, managing director da Airbus GBS, à Pessoas.

Os futuros colaboradores vão encontrar um modelo híbrido de trabalho e “um pacote salarial atrativo e um leque extenso de benefícios que promovem o bem-estar pessoal e profissional”, destaca o responsável.

“Estamos em Portugal para criar raízes, para sermos uma das melhores empresas para trabalhar, atraindo talento que queira crescer connosco, que queira fazer parte da família Airbus. Queremos crescer em Portugal e com Portugal”, garante.

Vão avançar com uma ação de recrutamento de mais de 300 pessoas para o hub em Lisboa. O que motivou essa decisão? Que novos serviços/mercados passarão a ser servidos a partir de Lisboa?

A Airbus identificou a necessidade de criar uma plataforma internacional de desenvolvimento que pudesse alinhar os padrões da empresa em todo o mundo, sob um único “telhado”, conectando processos end-to-end e coordenando recursos de forma a melhorar a eficiência dos seus serviços de suporte.

A Airbus tem uma forte relação bilateral com Portugal que dura há mais de 50 anos. A cidade de Lisboa revelou-se ser o principal hotspot na Europa, preenchendo todos os requisitos: talento disponível, presença comprovada de outros GBS, acessibilidade, atratividade, estabilidade, compatível com as políticas de RGPD e um ambiente laboral favorável. Desde o Global Business Services Center, estamos a contratar nas áreas Financeira, Recursos Humanos (RH), Procurement, Gestão da Informação, Engenharia, Comunicação, Serviço ao Cliente, Legal e Compliance.

Que perfis procuram?

Estamos à procura de pessoas com a ambição de trabalhar na empresa líder em aeronáutica e que queiram crescer connosco. A Airbus é um mundo de oportunidades, e a Airbus GBS pode ser um ponto de partida para outras ambições dentro da empresa. Ao juntarem-se à Airbus em Portugal, as pessoas não estão apenas a entrar para um novo GBS, estão a entrar na família deste líder mundial, orgulhoso das suas raízes europeias.

Estamos a contratar vários perfis diferentes — interns, juniors, specialists, seniors, experts, team leaders e managers. O foco principal é nas áreas Financeira, Recursos Humanos (RH), Procurement, Gestão da Informação, Engenharia, Comunicação, Serviço ao Cliente, Legal e Compliance.

A Airbus tem uma forte relação bilateral com Portugal que dura há mais de 50 anos. A cidade de Lisboa revelou-se ser o principal hotspot na Europa, preenchendo todos os requisitos: talento disponível, presença comprovada de outros GBS, acessibilidade, atratividade, estabilidade, compatível com as políticas de RGPD e um ambiente laboral favorável.

A aposta continua a ser o talento local (residente) ou o teletrabalho está a ampliar o pool de recrutamento para o hub de Lisboa a outras geografias?

Estamos à procura de pessoas que tenham a ambição e as skills necessárias para fazerem parte da família Airbus e crescerem em conjunto com a empresa, independentemente da sua localização ou nacionalidade. O nosso principal hub para a Airbus GBS é em Lisboa e já temos 21 nacionalidades na nossa equipa.

O foco é trabalho presencial, modelo híbrido? Que modelo os colaboradores vão encontrar?

A Airbus está focada em criar um bom ambiente de trabalho e um equilíbrio saudável entre a vida pessoal e profissional para benefício da melhor experiência do colaborador em todo o mundo, e é por isso que temos um modelo global de trabalho híbrido que foi colocado em prática quando a pandemia teve início, em 2020. Esta é agora a nossa realidade e é isso que os colaboradores irão encontrar quando se juntarem à Airbus GBS em Lisboa.

A procura pelo talento está em alta. Que estratégia ao nível de salários e benefícios a Airbus está a levar a cabo para ganhar corrida pelo talento?

Estamos conscientes da procura elevada por talentos, e é por isso que criámos a nossa política de compensação e benefícios que já nos permitiu atrair mais de 170 pessoas para se juntarem a nós nos últimos 8 meses.

A Airbus Global Business Services Centre em Portugal oferece um pacote salarial atrativo e um leque extenso de benefícios que promovem o bem-estar pessoal e profissional, incluindo seguro de saúde, seguro de vida, um bónus anual pelo sucesso global da Airbus, bem como um programa de compra de ações da empresa para colaboradores.

Também temos um Programa de Apoio ao Colaborador, que oferece suporte em diferentes áreas, tais como legal, financeira e apoio a crianças. A área da Formação e Desenvolvimento é gerida internacionalmente pela Airbus Leadership University. Para ajudar a apoiar o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, a Airbus oferece ainda uma política de trabalho flexível. Também está disponível um programa de mobilidade interna internacional.

Temos um modelo global de trabalho híbrido que foi colocado em prática quando a pandemia teve início, em 2020. Esta é agora a nossa realidade e é isso que os colaboradores irão encontrar quando se juntarem à Airbus GBS em Lisboa.

O hub vai acomodar mais de 400 pessoas. Há planos para mudar para um novo espaço? Para quando? Que investimento irá implicar?

Iremos mudar-nos para um novo escritório no Parque das Nações no 4º trimestre de 2022, mesmo ao lado da Gare do Oriente, com todos os transportes públicos disponíveis e perto do aeroporto. É um edifício sustentável e completamente novo, com mais de 4.000m2 disponíveis para áreas de colaboração e um terraço com mais de 1.000m2.

Este é um investimento significativo e estratégico da Airbus para garantir o melhor local de trabalho e a melhor experiência do colaborador para os novos talentos que queremos receber nos próximos meses. Não vamos parar por aqui, pois temos um plano de crescimento de até 800 pessoas em 2025.

Estamos em Portugal para criar raízes, para sermos uma das melhores empresas para trabalhar, atraindo talento que queira crescer connosco, que queira fazer parte da família Airbus. Queremos crescer em Portugal e com Portugal.

O principal hub continuará a ser Lisboa, no entanto estamos a considerar abrir alguns escritórios satélite noutras cidades portuguesas de média dimensão onde há excelentes instituições de ensino superior (universidades e politécnicos) com muitas pessoas talentosas.

E há planos para a instalação de hubs adicionais no país? Em novas localizações?

Estamos a analisar essa opção, uma vez que Portugal tem imensas pessoas talentosas em todo o país. O principal hub continuará a ser Lisboa, no entanto, estamos a considerar abrir alguns escritórios satélite noutras cidades portuguesas de média dimensão onde há excelentes instituições de ensino superior (universidades e politécnicos) com muitas pessoas talentosas.

Com esta aposta mais recente — contratação de mais de 300 pessoas — que montante de investimento a Airbus já canalizou para o mercado nacional?

Para a implementação da Airbus GBS estamos a fazer um investimento significativo para a criação de emprego e no novo escritório, incluindo sistemas. Para além deste investimento financeiro estratégico, o nosso principal valor são as pessoas, em quem investimos muito para as ajudar a crescer.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Airbus. “Temos um plano de crescimento de até 800 pessoas em 2025”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião