Manuela Rodrigues “A sociedade tem de ser vista como um todo”

A presidente das Lusitania nunca sentiu descriminação na industria seguradora por ser mulher. É defensora da igualdade de género de forma natural a que junta a igualdade de todos via mutualismo.

Maria Manuela Rodrigues, presidente da Lusitania Seguros e da Lusitania Vida, já fez meio século de atividade na indústria e nunca sentiu a diferença de tratamento por ser mulher nem quando, ainda júnior, começou a sua carreira na seguradora Mundial, então parte do grupo Champalimaud. Passou pela gestão pública e depois para a atual gestão de seguradoras privadas mas de base solidária, como são seguradoras Lusitania, parte do grupo Montepio.

Nesta entrevista para o Especial Mulheres de ECOseguros, descreve a carreira das mulheres na indústria seguradora ao longo dos últimos anos e projeta um inevitável futuro de maior presença destas na atividade: “serão a maioria”.

A entrevista:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Manuela Rodrigues “A sociedade tem de ser vista como um todo”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião