+M

“O marketing resume-se a transformar o gosto em resultado líquido. O difícil é acertarmos no gosto”premium

No início da semana foram conhecidos os vencedores dos Prémios APPM. Ponto de partida para a conversa com Carlos Sá, presidente da Associação Portuguesa de Profissionais de Marketing

Nós somos os embaixadores dos clientes nas empresas e temos de ser a voz deles. Não temos de ter medo de estarmos conscientes que sabemos o que se está a passar”. A convicção é de Carlos Sá, desde abril do último ano presidente da Associação Portuguesa de Profissionais de Marketing. Na opinião do também professor e ex administrador do IPAM e do IADE, o papel do marketing está mal definido em muitas organizações. “ Ao contrário do que sempre se vaticina, que quando vem uma crise o melhor é desinvestir logo no orçamento de marketing, eu acho que temos várias provas, nos últimos 20 anos, de que é exatamente ao contrário. Ou seja, se há uma crise, há que investir no marketing na perspetiva de procura de soluções para manter as vendas, ou fazer crescer as vendas, ou modificar os produtos,

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos