“Queremos mais autonomia fiscal na Madeira”premium

Miguel Albuquerque admite que a proposta de orçamento para 2023 é o possível. O presidente do Governo Regional da Madeira quer rever a Lei das Finanças Regionais.

Miguel Albuquerque não está convencido com a proposta de Orçamento do Estado para 2023, mas o presidente do Governo Regional da Madeira admite, em entrevista ao ECO, que o contexto internacional e o peso da dívida pública condicionam as opções de Fernando Medina. " Neste momento, é a única solução que tem. Podia avançar para mais endividamento, mas com os mercados como estão, basta ver o que aconteceu com Inglaterra para entrarmos numa situação de incumprimento". Mas faltam medidas para o crescimento económico. O presidente do Governo Regional da Madeira quer uma revisão da Lei das Finanças Regionais. " Em primeiro lugar, queremos ter um conceito de autonomia fiscal mais alargado, é preciso continuar a reduzir a carga fiscal na Madeira, nos Açores...", diz Miguel Albuquerque. E quer

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos