António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em A “incoerência” liberal

Gonçalo Levy Cordeiro
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em O Sporting é o novo BES?

António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em O Sporting é o novo BES?

António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em Diploma para lesados do BES abre a porta dos fundos ao Banif

Paulo Moutinho, Rafaela Burd Relvas
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em Sub-23. Web Summit tem 6048 bilhetes a 9 euros

Mariana de Araújo Barbosa
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
António Costa
António Costa
ECO - Economia online

Em Os salários na banca são excessivos

Pedro Braz Teixeira
A OCDE atualizou as previsões económicas para os países do G20. Os indicadores apontam para uma estagnação global, ou mesmo recessão em economias como a alemã, um mau presságio para Portugal, no contexto da guerra, da inflação e da subida das taxas de juro pelos principais bancos centrais. Em entrevista ao ECO, Álvaro Santos Pereira, economista chefe da OCDE considera que bens e serviços mais caros são o preço a pagar pela guerra e alerta para um "grande abrandamento económico ao mesmo tempo que se verifica um aumento de preços bastante pronunciado", embora não recorra, pelo menos diretamente, à palavra "estagflação". O economista chefe da OCDE comenta também que os governos vão ter de adotar uma atitude de prudência orçamental, perante a subida muito acentuada dos juros, mas acredita

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos

Biografia

António Costa, 50, jornalista e 'web addicted'. Primeiro, as notícias, depois a economia, são as obsessões profissionais. Com o curso do Centro de Formação de Jornalistas (CFJ) do Porto, Direito ficou para trás. Jornalista desde 1992 no JN e, depois, em alguns dos principais meios como o Expresso, a Agência Lusa e o Económico, sempre nas áreas económica e financeira. Em simultâneo, comentador-residente em rádios e televisões, hoje na TVI.