• Entrevista por:
  • António Ferreira

Think Future: de Castelo Branco à Amazon com seguros por 1 hora até 365 dias

No mercado com soluções para o retalho de luxo, desporto e saúde, a insurtech aliou-se à MDS para adaptar subscrição de seguro às necessidades de pilotos de aeronaves não tripuladas.

Nuno Silva, Head of Innovation e Duarte Abreu CEO, co-fundadores da Think Future.

Paixão pela inovação, experiência em gestão de serviços e competências de engenharia são elementos biográficos dos co-fundadores Duarte Abreu (DA) CEO @Think Future e Nuno Silva (NS) Head of Innovation @Think Future. Os donos da insurtech beirã apostam na Amazon Web Services (AWS) para ganhar dimensão global. Aqui, respondem ambos a questões de ECOseguros.

De onde vem a Think Future e quanto de concreto já coloca no mercado?

(DA) A Think Future é uma insurtech portuguesa fundada em Abril de 2017 com sede em Castelo Branco e escritórios em Lisboa, e com um forte background em engenharia e desenvolvimento. O nosso principal objetivo é ser uma força impulsionadora da transformação digital através do desenvolvimento de soluções inovadoras ajustadas às necessidades e tendências do mercado. A empresa tem vindo a evoluir e a crescer apoiada principalmente pelos fundadores que ainda detêm 100% do seu capital.

Em 2018, começámos a nossa jornada no setor dos seguros com o desenvolvimento da solução móvel FlySafeGO, concebida para pilotos de aeronaves não tripuladas. A aplicação móvel possibilita acesso em tempo real a informações relevantes para o voo, tais como temperaturas, velocidade do vento, áreas restritas e NOTAM (Notice to Airman). De modo a complementar a gama de serviços da solução, fizemos uma parceria com o Grupo MDS, e juntos desenvolvemos um mecanismo de subscrição de seguros totalmente ajustável às necessidades do piloto, variando de 1 hora a 365 dias, num processo totalmente digital, que permite aos pilotos subscreverem um seguro de responsabilidade civil no local do voo em poucos minutos.

O
FlySafeGO marca o início do nosso percurso como uma Insurtech e representa o ponto de partida para a multicanal baseada na cloud que permite uma rápida integração e disponibilidade em diferentes canais de distribuição que podem ser diretos ao consumidor final, como o FlySafeGO ou concebidos para retalhistas como é o caso das soluções para produtos de luxo (LuxSafeGO) ou a solução de seguro para bicicletas e bicicletas elétricas (SafeGO.premium) oferecendo canais de subscrição em lojas e comércio eletrónico.

"prestar serviços na cloud da AWS é o primeiro passo para entrar e participar no AWS Marketplace, pelo que agora estamos ansiosos, e esperamos que o 1º trimestre de 2022 inicie com a Marketplace Journey”

Nuno Silva

Head of Innovation @Think Future

Nuno Silva, co-founder and Head of Innovation, Think Future@Think Future

Como surgiu e que vantagens resultam da parceria com Amazon Web Services (AWS)?

(NS) A Think Future começou a trabalhar com a Amazon Web Services (AWS) em Agosto de 2020. Contactámos a equipa da AWS, em Portugal, com o objetivo de ficarmos a conhecer melhor os serviços e apoios aos produtos que têm disponíveis no nosso país, e soluções à escala global.

A AWS permitiu-nos reunir e estabelecer uma parceria com a Crayon em Portugal, uma empresa de TI, e parceira da AWS, que nos deu o apoio necessário e permitiu dar os primeiros passos na adoção/iniciação do nosso percurso com a cloud da AWS. Sendo a Think Future uma insurtech portuguesa é muito importante para nós que a principal vantagem ao utilizar as soluções da cloud da AWS ajude a capacitar produtos e serviços que entregamos aos nossos clientes em todo mundo.

O que significa estar no marketplace financeiro da AWS. Quais são as condições?

(NS) A prestação de serviços na cloud da AWS é o primeiro passo para entrar e participar no AWS Marketplace, pelo que agora estamos ansiosos, e esperamos que o 1º trimestre de 2022 inicie com a Marketplace Journey, implementando algumas das nossas soluções no programa para poder chegar a clientes em todo o mundo.

Em relação à adoção da cloud da AWS e desde o início da nossa produção e contexto de clientes, temos um modelo de pagamento por utilização. Um dos benefícios dos serviços da cloud da AWS é que se paga apenas conforme a sua utilização, que é o nosso caso.

Algumas soluções da Think Future beneficiam de parcerias, como nos dispositivos móveis. Onde pode chegar a visão computacional?

(NS) As nossas soluções não se limitam à cobertura de dispositivos móveis. A tecnologia de visão computacional tem vindo a ser desenvolvida em parceria com a Crayon, através de tecnologias AWS, aliando a visão e a solução conceptual da equipa Think Future, com a equipa de desenvolvimento e as competências da Crayon, uma parceria que proporcionou uma solução de IA cruzada que se pode enquadrar, no futuro, com vários mercados e áreas de especialização.

Neste caso, é possível cruzar e potenciar o mesmo conceito para outras áreas, como por exemplo o risco imobiliário que utiliza a imagem do mundo real para reduzir e mitigar os riscos agregados ao setor dos seguros.

"em Portugal e Espanha, temos mais de 4000 pilotos registados, e estimamos um crescimento significativo devido à alteração da legislação que exige a subscrição de um seguro de responsabilidade civil para aeronaves não tripuladas.”

Duarte Abreu

CEO @Think Future

Duarte Abreu co-founder and CEO, Think Future@Think Future

Fornecem software e aplicações inovadoras para seguradoras e brokers. Aqui também identifica potencial para colaborações?

(DA) As nossas soluções são desenhadas a pensar numa escala global e adaptadas a diferentes estruturas de modelos empresariais, o que nos permite ter plataformas de acesso direto ao consumidor final, assim como para retalhistas (com uma presença em lojas físicas e comércio eletrónico). Desta forma, já dispomos de um vasto e diferenciado conjunto de clientes nos mais diferenciados setores, tais como luxo, desporto, saúde e outros, com marcas de renome no conjunto de utilizadores das nossas soluções. No caso da FlySafeGO, presente em Portugal e Espanha, temos mais de 4000 pilotos registados, e estimamos um crescimento significativo devido à alteração da legislação que exige a subscrição de um seguro de responsabilidade civil para aeronaves não tripuladas.

Em consequência da parceria estabelecida com o broker líder em Portugal, o Grupo MDS, pudemos aceder diretamente a uma rede de seguradoras e resseguradoras que nos permite criar o ecossistema necessário para a implementação e distribuição das nossas soluções em diferentes geografias, combinando assim uma visão ampla do setor com a inovação e o desenvolvimento técnico.

Como está organizada a Think Future em termos de recursos humanos e estrutura operacional?

(DA) A nossa equipa é sem dúvida a nossa maior conquista. Partilhamos o mesmo propósito e paixão pela inovação e, como fabricantes, damos uma resposta tecnológica assertiva aos desafios que enfrentamos. Estamos empenhados na aquisição contínua de conhecimento, pois proporcionamos às nossas equipas o conhecimento necessário para que disponham das ferramentas certas para as suas necessidades de desenvolvimento.

Atualmente, somos uma equipa de 11 Thinkers, na sua maioria alocados aos departamentos de inovação e desenvolvimento com competências diferenciadoras, tais como native development (web e móvel), arquitetura e desenvolvimento de sistemas de cloud, cibersegurança, inteligência artificial e blockchain.

Ao sermos uma empresa 100% baseada em cloud, temos a capacidade de adaptar e controlar de forma remota e segura todos os processos inerentes à gestão das estruturas e desenvolvimentos digitais, o que nos permitiu adotar rapidamente o modelo de trabalho remoto no início da pandemia em 2020, sem qualquer interrupção e perturbação dos nossos serviços.

Acreditamos que o caminho que temos vindo a percorrer baseado na AWS tem sido fundamental, uma vez que nos permite dar uma resposta assertiva às necessidades das nossas soluções, bem como às que desenvolvemos para os nossos clientes, uma vez que salvaguarda elevados níveis de disponibilidade e escalabilidade global.

Quanto a perspetivas de negócio para o futuro?

(DA) No curto prazo, estamos concentrados na distribuição das nossas soluções em Portugal e Espanha, ao mesmo tempo que já estamos a preparar o processo de internacionalização. Esperamos estar presentes em mais mercados para além do europeu, até ao final do primeiro semestre de 2022, apostando não só no conjunto de produtos SafeGO.solutions mas também em novos projetos adaptados às necessidades das empresas.

Para além disso, estamos também a trabalhar assertivamente com os nossos clientes no processo de transformação digital, ao fornecer-lhes novas ferramentas e canais que permitem uma maior proximidade com os seus clientes, através de um serviço mais personalizado e disponível, bem como a oportunidade de ter acesso a novos mercados e novas geografias utilizando a tecnologia como catalisador de novos negócios.

E porque pensamos no futuro, já estamos a preparar a nova geração de produtos baseados em tecnologias “Metaverse” como blockchain, web 3.0 e NFTS, que representam um novo salto tecnológico no processo de transformação digital.

  • António Ferreira

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Think Future: de Castelo Branco à Amazon com seguros por 1 hora até 365 dias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião