A inflação e as transferências do Banco de Portugal para o Estadopremium

Com os juros a regressarem a níveis de 2000, é de esperar que os lucros dos bancos centrais regressem a níveis desses anos. E isso reduzirá os dividendos pagos ao Estado.

O regresso da inflação tem forçado bancos centrais por todo o mundo a adoptarem políticas monetárias restritivas. A nível de política monetária convencional, isso manifesta-se através do aumento de taxas de juro directoras, aumento esse que tem como fim a desaceleração da procura privada com vista a reduzir a taxa de inflação. Nota: As opiniões aqui expressas vinculam somente o autore não refletem as posições do Federal Reserve Bank of St. Louis, ou do Federal Reserve System. Igualmente importante é a normalização das chamadas políticas não convencionais que foram amplamente utilizadas em resposta a Crise Financeira Global de 2008 e subsequente Crise da Dívida Soberana na Zona Euro. Estas políticas não convencionais envolvem, entre outras coisas, compras de activos como dívida pública

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos