BCE dá tiro de partida para subidas consecutivas de jurospremium

Ciclo de subida de juros do BCE vai começar em julho e taxa dos depósitos sai de terreno negativo em setembro. Lagarde vai dar pistas sobre o ritmo de agravamento e o que é expectável depois do Verão.

A escalada da inflação a nível global levou os bancos centrais em todo o mundo ao aperto de política monetária mais abrangente desde 2000. Contas do Financial Timesmostram que 55 bancos centrais subiram os juros ao longo dos últimos três meses. Muitos já estão a acelerar o ritmo, mas ainda não é esta quinta-feira que o Banco Central Europeu (BCE) vai integrar este grupo. Contudo, falta pouco para a primeira subida de juros na Zona Euro em 11 anos. É dado como certo que o Conselho do BCE vai hoje pré-sinalizar uma subida da taxa dos depósitos, atualmente em -0,5%, na próxima reunião agendada para 21 de julho. A outra decisão muito provável, esta quinta-feira em Amesterdão, passa pelo anúncio do fim do programa de compra de ativos (APP) nos primeiros dias do próximo mês.Um marco no fim

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos