Cannes Lions molhado… Portugal abençoadopremium

  • Ana Paula Costa
  • 28 Junho 2022

Portugal deve aproveitar para refletir sobre as iniciativas que devem ser levadas a cabo para que este ano não tenha sido apenas um ano de sorte

Acreditando no velho ditado português “boda molhada, boda abençoada”, a chuva que se fez sentir em alguns dos dias da 69ª edição do Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions – fenómeno raro nesta altura do ano em Cannes – parece ter abençoado a participação Portuguesa com o melhor palmarés de sempre: 1 Grande Prémio, 2 Leões de Ouro, 1 Leão de Prata, 4 Leões de Bronze e 5 inscrições finalistas. Num ano em que o Festival contou com perto de 25.500 inscrições, só 3% destas conseguiram alcançar o troféu mais ambicionado da indústria da comunicação publicitária: o Leão. Tendo em conta os resultados obtidos, pode dizer-se que Portugal foi um dos países mais eficazes este ano, isto se considerarmos o binómio inscrições/prémios alcançados, visto que submeteu 93 inscrições e alcançou 8

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
  • Ana Paula Costa
  • Representante Lions Festivals