Crédito

Os bancos concederam 792 milhões de euros em novo crédito para a casa em maio. Trata-se de um mínimo desde agosto, com os portugueses a suspenderem decisão de adquirir habitação devido à pandemia.

Famílias cujas taxas do crédito da casa sejam revistas em julho vão ver a prestação subir entre 0,6% e 1,65%. Créditos com Euribor a 6 meses sofrem o maior aumento dos encargos mensais.