Guerra na Europa

Rússia invadiu a Ucrânia. A União Europeia, os Estados Unidos, o Reino Unido e o Japão já impuseram sanções contra Moscovo. A NATO está a preparar uma resposta dissuasora.

No relatório sobre o futuro do mercado interno da UE, que será apresentado esta quarta-feira, o antigo primeiro-ministro italiano Enrico Letta sugere "um mercado comum da indústria da defesa".

"O inimigo está a atacar as centrais térmicas ucranianas com mísseis que contêm componentes de países ocidentais e asiáticos", escreveu o chefe do gabinete presidencial ucraniano.