Televisão

Grupo de media liderado por Paulo Fernandes solicitou ao regulador do mercado que considere extinto o procedimento da oferta lançada sobre a dona da TVI.

A contribuição para o audiovisual, paga pelos portugueses na fatura da luz, vai manter-se em 2,85 euros em 2019. A taxa não mexerá pelo quarto ano seguido.