Axel Weber afasta comparação entre Deutsche Bank e o Lehman Brothers

  • Ana Luísa Alves
  • 28 Setembro 2016

Axel Weber disse esta manhã que aquilo que está a acontecer com o Deutsche Bank em nada tem a ver com o Lehman Brothers.

O Deutsche Bank está no centro das atenções dos investidores. São grandes os receios com a sustentabilidade da instituição financeira alemã, mas Axel Weber, atual presidente do UBS, afasta comparações com o Lehman Brothers. Diz que não irá provocar um “momento Lehman”.

O ex-presidente do Deutsche Bank diz que o que está a acontecer com o banco alemão não pode ser comparado como que aconteceu com o Lehman Brothers, porque “as ligações que existiam entre os bancos foram reduzidas”. Ou seja, problemas num banco não arrastarão outros bancos.

Em entrevista à Bloomberg, o antigo membro do BCE sublinhou o fato de o setor financeiro na Europa estar a lutar pela rentabilidade num contexto de taxas de juro muito baixas. Apesar disso, diz que não acredita que se assista a movimentos de consolidação.

Sobre os bancos centrais, o antigo membro do BCE reconheceu que “não alcançaram as metas que se propuseram atingir e que por isto, acabaram por perder a sua credibilidade“. E acrescentou que “os bancos centrais devem perguntar-se se têm feito o suficiente”.

Editado por Paulo Moutinho

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Axel Weber afasta comparação entre Deutsche Bank e o Lehman Brothers

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião