Encontro mundial sobre turismo vem para Fátima

Fátima vai assinalar o encerramento do Centenário das Aparições com a Conferência Mundial da Organização Mundial de Turismo (OMT), agendada para novembro de 2017, avança a Lusa.

A conferência ainda não tem data marcada, mas o presidente da câmara de Ourém indica a segunda quinzena de novembro de 2017. Paulo Fonseca revelou à Lusa que a Conferência Mundial da Organização Mundial de Turismo integra-se numa operação de promoção turística no âmbito do Centenário das Aparições de Fátima.

O turismo religioso tem impacto em Ourém, com Fátima a receber 6,7 milhões de pessoas por ano, estima a câmara. No mundo todo são feitas 600 milhões de viagens à volta da religião, 40% dessas na Europa, segundo dados da Organização Mundial do Turismo. Em Portugal, os dados do INE revelam que 1% das viagens feitas pelos portugueses são exclusivamente religiosas, o que perfaz 200 mil viagens.

Paulo Fonseca reuniu-se na semana passada, na Holanda, com o secretário-geral da OMT, no âmbito de uma conferência sobre Turismo e Património Religioso, promovida por aquela organização. O presidente da câmara de Ourém disse ter sido convidado para integrar uma rede de cidades turísticas, que integra 26 cidades mundiais, entre as quais Xangai (China), Paris (França) ou Nova Iorque (EUA), organizada “para refletir sobre o futuro do turismo”.

A colaboração entre o município liderado por Paulo Fonseca e a entidade da Organização das Nações Unidas para a área do Turismo vai estender-se a um ‘workshop’ de turismo religioso, coorganizado entre a OMT e a autarquia de Ourém e agendado para março de 2017, adiantou.

A promoção de Fátima no exterior estende-se à Colômbia, primeiro país a ser alvo de uma ação de marketing financiada por fundos comunitários, no âmbito de uma candidatura nesse sentido promovida pela ACISO.

Para além da Colômbia, a promoção do santuário da Cova da Iria enquanto destino de turismo religioso irá estender-se aos EUA, Coreia do Sul, Filipinas e parte da Indonésia, “destinos turísticos que não são prioritários para o Turismo de Portugal, mas são importantíssimos para Fátima”, frisou o autarca de Ourém.

Recorde-se que Fátima também estará no centro das atenções mundiais quando o Papa Francisco visitar o santuário a 13 de maio por ocasião do centenário das aparições.

Editada por Mónica Silvares

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Encontro mundial sobre turismo vem para Fátima

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião