Banco do Japão não deve adotar mais alívio

  • Rita Atalaia
  • 12 Outubro 2016

Um responsável do banco central do Japão diz que não deverá ser adotado mais alívio da política monetária, graças à melhoria do mercado laboral. A próxima reunião é daqui a menos de três semanas.

Yutaka Harada, um dos responsáveis do Banco do Japão (BOJ), diz que o banco central não deverá adotar mais medidas de estímulo neste momento. O responsável acredita que a melhoria do mercado laboral permite que o BOJ não faça mais alterações, pelo menos por agora. A próxima reunião é daqui a menos de três semanas.

“Uma vez que a situação do mercado laboral continuou a melhorar, não deve ser necessário adotar mais alívio da política monetária”, diz Harada, citado pela Bloomberg. O banco central surpreendeu os mercado no final de setembro ao mudar o foco da política e passando a controlar a curva de rendibilidade.

Yutaka Harada refere ainda que é necessário deixar o mais claro possível quais são as opções para as medidas de alívio monetário, uma vez que os receios do mercado sobre os limites da política podem diminuir a eficácia da ação do BOJ. No entanto, Harada diz que o Japão está ainda longe de alcançar os limites da política monetária e que os efeitos positivos da política na economia ainda superam os efeitos negativos.

"Uma vez que a situação do mercado laboral continuou a melhorar, não deve ser necessário adotar mais alívio da política monetária”

Yutaka Harada

Banco do Japão

O governador do banco central do Japão disse na última reunião que um alisamento excessivo da curva de rendibilidades da dívida do país pode penalizar a economia. Harada pensa que algum alisamento da curva é positivo e que pode aumentar a base monetária no Japão no âmbito do novo quadro político do BOJ.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco do Japão não deve adotar mais alívio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião