Divórcio entre o Reino Unido e a UE pode custar milhões por ano

  • Ana Luísa Alves
  • 11 Outubro 2016

O valor foi apresentado por um relatório preparado para o Governo britânico, que o The Times revela na sua edição desta terça-feira.

Há divórcios fáceis e divórcios difíceis. No caso do Reino Unido, o divórcio da União Europeia pode custar 66 mil milhões por ano. O valor é avançado esta terça-feira pelo The Times, segundo um relatório preparado para o Governo britânico.

O divórcio entre o Reino Unido e a UE pode ser dos mais caro de sempre, mas os 66 mil milhões de libras por ano (73 mil milhões de euros) são, por agora, uma previsão, e só dizem respeito à perda de receita fiscal.

O PIB pode cair aproximadamente 9,5% se o Reino Unido sair do mercado único europeu e resta a confiança nas regras da Organização Mundial do Comércio para garantir algumas trocas com a União Europeia.

Segundo mostra o mesmo relatório, se esta perda se confirmar, o Governo britânico pode ser forçado a reduzir os gastos públicos ou a aumentar os impostos.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, já anunciou que vai ativar o artigo 50 no início do próximo ano, mais propriamente em março e que não vai ter em conta quaisquer concessões especiais para as empresas de serviços financeiros, o que representa um corte face ao defendido pelo antecessor David Cameron.

A futura situação do Reino Unido não agrada a muitos, sobretudo aos imigrantes: as políticas de May incluem um corte de alguns milhares na imigração, que a primeira-ministra aponta como a principal razão para que o “sim” tenha vencido na votação do passado mês de junho. Esta situação afeta também os CEO das grandes empresas, que já disseram estar a pensar relocalizar as suas firmas noutros escritórios da Europa, devido à provável corte no acesso ao mercado único europeu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Divórcio entre o Reino Unido e a UE pode custar milhões por ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião