Subsídio de refeição sobe 25 cêntimos

  • Margarida Peixoto
  • 14 Outubro 2016

Subsídio estava congelado desde 2009. Orçamento do Estado vai atualizar esta prestação.

O subsídio de alimentação dos funcionários públicos vai aumentar 25 cêntimos por dia, sabe o ECO. Atualmente, este valor fixa-se em 4,27 euros. Este será um aumento após sete anos em que subsídio esteve congelado.

O Orçamento do Estado para 2017, que será hoje apresentado, vai assim atualizar uma prestação que estava congelada desde 2009.

Até agora, os sindicatos da Função Pública pensavam que o aumento era alinhado com a inflação. Ana Avoila, da Frente Comum, disse à Lusa, que atualizar em alguns cêntimos o subsídio de refeição, sem aumentar salários e pensões, seria “brincar com os trabalhadores”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Subsídio de refeição sobe 25 cêntimos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião