Desacordo na OPEP arrasta petróleo. E a Galp

Petrolíferas ditaram sexto dia de quedas para as ações europeias. Lisboa acompanhou, pressionado pelo deslize das ações da Galp e do BCP.

O acordo para o corte da produção foi histórico, mas implementá-lo está difícil. Ninguém quer ceder. Resultado? Os preços caem, mantendo o barril está abaixo dos 50 dólares. Uma desvalorização que pesa nas petrolíferas, Galp Energa incluída. E também nas bolsas. O dia foi vermelho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desacordo na OPEP arrasta petróleo. E a Galp

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião