BE diz que demissão de António Domingues “já só peca por tardia”

  • Lusa
  • 28 Novembro 2016

Mariana Mortágua diz que a demissão de António Domingues da presidência da Caixa Geral de Depósitos "já só peca por tardia" porque "quem não reconhece a lei não serve" para o banco público.

A deputada do BE Mariana Mortágua considerou hoje que a demissão de António Domingues da presidência da Caixa Geral de Depósitos “já só peca por tardia” porque “quem não reconhece a lei não serve” para o banco público.

“A demissão de António Domingues da presidência da administração da Caixa Geral de Depósitos já só peca por tardia. O inexplicável arrastamento deste processo ao longo de três meses foi prova de uma irresponsabilidade que agora se encerra”, disse Mariana Mortágua numa declaração na sede do BE, em Lisboa.

Na opinião da deputada bloquista, “quem não reconhece a lei não serve para a Caixa Geral de Depósitos”, defendendo que “quem se demite por não estar disposto às regras de transparência a que o cargo obriga, nunca esteve à altura de assumir esse cargo”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BE diz que demissão de António Domingues “já só peca por tardia”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião