Finanças confirmam Macedo na Caixa

Ministério das Finanças já recebeu o sim de Paulo Macedo para a liderança da Caixa Geral de Depósitos. Rui Vilar será chairman.

O Ministério das Finanças já confirmou: Paulo Macedo será o novo presidente da Caixa Geral de Depósitos. Em comunicado enviado às redações, o ministério liderado por Mário Centeno, também avança que Rui Vilar assumirá o cargo de chairman do maior banco português.

“O Governo decidiu convidar o Dr. Paulo Macedo para CEO da Caixa Geral de Depósitos (CGD), tendo o convite sido aceite“, refere o comunicado do Executivo. O nome do ex-ministro da Saúde já tinha sido falado para substituir António Domingues. Macedo terá começado por rejeitar o convite, mas acabou por aceitar.

Rui Vilar, que também era apontado como potencial candidato para o cargo de chairman do banco estatal, é um dos quatro administradores da equipa de Domingues que se mantêm na CGD. No comunicado hoje enviado, o Governo esclarece que “para chairman da CGD foi convidado o Dr. Emílio Rui Vilar, convite esse que também foi aceite“.

Para além de Rui Vilar, os três executivos que se mantêm são Tiago Ravara Marques, João Tudela Martins e Pedro Leitão.

“O Governo está, em conjunto com o Dr. Paulo Macedo e com o Dr. Emílio Rui Vilar, a trabalhar na definição da composição do restante Conselho de Administração. O processo de nomeação do novo Conselho de Administração da CGD segue assim o seu curso normal”, acrescenta o ministério.

Segundo o Jornal de Negócios (acesso pago), além de José João Guilherme, antigo administrador do BCP e do Novo Banco, que entra para a administração executiva, Paulo Macedo vai poder contar com Esmeralda Dourado, antiga presidente do Interbanco e atual administradora não executiva da SAG, que vai exercer funções administradora não executiva.

Macedo entra assim para o lugar deixado vago por António Domingues, que renunciou à administração da CGD com mais seis administradores.

(Notícia atualizada às 13h42)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Finanças confirmam Macedo na Caixa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião