Google vai usar apenas energias renováveis

  • Ana Luísa Alves
  • 7 Dezembro 2016

Uma das maiores tecnológicas do mundo vai usar apenas energias renováveis já a partir de 2017.

Os escritórios para os 60.000 empregados da Google vão passar a funcionar apenas com energia renovável já a partir do próximo ano, num movimento que a empresa designou como “momento histórico”.

A gigante tecnológica já é a maior compradora de energia renovável e, no ano passado, comprou 44% da energia que usou a empresas de energia eólica e solar. A partir de 2017, anunciou a empresa, a compra passará a ser de 100%.

“Estamos convencidos de que isto vai ser bom para o negócio. Incrivelmente, a energia renovável é a opção mais barata”, disse ao The Guardian Marc Oman, líder do departamento da energia da UE na Google. “Os diretores da empresa estão convencidos de que as mudanças climáticas são reais e que todos temos de fazer a nossa parte”.

Oman acrescentou que a empresa tem feito esforços, nos últimos cinco anos, para ser possível ter apenas energia renovável, devido à complexidade da negociação deste movimento. “É complicado e não é para todos: as empresas mais pequenas vão ter de enfrentar alguns documentos. Já uma empresa como a nossa tem de passar por algumas jurisdições”, acrescentou.

Em 2015, a Google comprou 5,7 terawatt hora (TWh) de eletricidade renovável, pouco menos que os 7,6 Terawatts por hora gerados por ano no Reino Unido, com painéis solares instalados nos EUA.

Comentários ({{ total }})

Google vai usar apenas energias renováveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião