Cinco conselhos para uma entrevista de emprego, diretamente do Goldman Sachs

  • Ana Luísa Alves
  • 14 Dezembro 2016

Entrevistas de emprego: como agir? O que dizer? As dúvidas podem ser muitas. Aqui ficam cinco conselhos da diretora de Recursos Humanos da Goldman Sachs, Edith Cooper.

Um bom recrutamento não tem a ver com preencher lugares vazios nas empresas, mas sim em olhar para o futuro dos negócios. Ao longos dos últimos anos, empresas de todas as áreas têm evoluído nas suas técnicas de avaliação dos candidatos.

As entrevistas de emprego são apenas uma parte do processo de recrutamento. Segundo Edith Cooper, diretora de Recursos Humanos do Goldman Sachs que, ao longo dos anos fez várias entrevistas de emprego, estas servem para medir a força e a vontade do candidato para trabalhar na empresa.

À Business Insider, Edith deixou cinco dicas para o ajudar na sua próxima entrevista de trabalho.

Conte a sua história

O seu currículo foi bom o suficiente para o levar até uma entrevista, mas a maneira como conta sua história pode levá-lo até a um lugar na empresa. O conselho de Edith é que não se foque em cada aspeto da sua vida mas enfatize as experiências que o tornaram competente e refletem o que você é. Transmita uma imagem que demonstre as suas capacidades e competências.

Nas entrevistas, aquilo que se procura é um determinado padrão de comportamento, e podem indicar logo se você vai ou não ser uma boa contratação. Por isso, dê bons exemplos e experiências do seu passado e, antes da entrevista, pense nos seus pontos fortes e fracos, e, acima de tudo, prove que trabalha bem em equipa.

Faça a sua pesquisa

Existe informação em qualquer lado, nomeadamente online, em comunicados da empresa, nos jornais, etc.. Obtenha a informação de que precisa para tentar perceber o que é realmente a empresa, que cultura tem, que iniciativas promove, entre outras coisas. Além da empresa, tente perceber o setor em que a empresa está inserida, quais os desafios e oportunidades que enfrenta, e esteja preparado para responder a qualquer pergunta. “Porque quer trabalhar aqui?”, é uma pergunta que vai surgir durante a entrevista e para a qual a sua resposta não pode ser: “Porque parece ser um sítio bom para trabalhar”. Mostre-se apaixonado pelo que faz e à vontade com o ambiente da empresa.

Saiba ouvir. E perguntar

Segundo a diretora de Recursos Humanos do Goldman Sachs, uma entrevista de emprego não deve ser uma monólogo por parte do entrevistador. Faça perguntas que revelem que está preparado para aprender ainda mais sobre a empresa e que guiem a conversa. Deste modo poderá criar uma conexão com o entrevistador. Depois de fazer as suas perguntas, saiba ouvir. Preste atenção ao que lhe dizem.

Seja autêntico

Um dos aspetos mais importantes a ter em conta é certificar-se de que está a ser você próprio. Há quem tenha tendência a exagerar aquilo que é por pensar que é aquilo que o entrevistador quer. Lembre-se que a entrevista é para ver se os seus valores coincidem com os da empresa e não ao contrário. Tentar ser quem não é pode não abonar a seu favor. E, se a entrevista é para um trabalho que nunca fez, convença o entrevistador de que vai dar o seu melhor, e não que é um expert numa outra área qualquer: isso também não vai ajudar.

Não se esqueça do essencial

Num ambiente competitivo, ser esperto e ter um bom currículo pode não ser suficiente. Então o que é que conta? Como refere Edith Cooper, as “pequenas coisas” podem diferenciá-lo de outros candidatos, sobretudo quanto à imagem que deixa passar. E por “pequenas coisas” entenda-se chegar a horas à entrevista, ser simpático para toda a gente que conhecer, não vestir uma roupa qualquer, ter atenção à linguagem corporal e enviar, depois da entrevista, um mail de agradecimento à empresa por ter dispensado algum tempo para o ouvir.

No fim de tudo, lembre-se que a entrevista é apenas uma (importante) conversa. A preparação e a apresentação são elementos de sucesso mas, mais importante do que isso, é entender se o seu lugar é na empresa ou não. Ajude os entrevistadores a perceber que papel pode vir a ser o seu e saiba também como pode vir a ser o próximo capítulo da sua vida.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cinco conselhos para uma entrevista de emprego, diretamente do Goldman Sachs

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião