Taxa de desemprego não cai há três meses. Está nos 10,9% desde julho

Ao todo, havia 558 mil pessoas desempregadas em setembro, segundo o Instituto Nacional de Estatística. Em outubro, a taxa de desemprego deverá ter baixado para 10,8%.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reviu a taxa de desemprego de setembro em ligeira alta. A estimativa definitiva para a taxa de desemprego em setembro é agora de 10,9%, um aumento de 0,1 pontos percentuais face à primeira estimativa. Significa isto que a taxa de desemprego se mantém inalterada há três meses consecutivos: desde julho que está fixada nos 10,9%.

Ainda assim, o número de pessoas desempregadas está a diminuir: em julho, havia 559,2 mil desempregados, número que caiu para 558,2 mil em setembro.

Em outubro, o INE calcula, numa estimativa ainda provisória, que a taxa de desemprego baixe para 10,8%, valor que compara com os 12,4% registados em outubro do ano passado. Nesse mês, a população desempregada será de 553,7 mil pessoas.

Já a taxa de emprego deverá manter-se inalterada em outubro, nos 58,6%, a mesma taxa registada desde julho. Contudo, o número total de pessoas empregadas está a diminuir ligeiramente. “A estimativa definitiva da população empregada de setembro foi de 4.567.900 pessoas, o que representa uma diminuição de 0,1% face ao mês anterior”, ou o equivalente a menos 5,1 mil pessoas, refere o INE.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Taxa de desemprego não cai há três meses. Está nos 10,9% desde julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião