Desemprego cai para 10,5% no terceiro trimestre de 2016

  • Margarida Peixoto
  • 9 Novembro 2016

A taxa de desemprego caiu para 10,5% no terceiro trimestre de 2016, melhorando tanto em termos trimestrais, como homólogos. Houve criação líquida de empregos, garante o INE.

A taxa de desemprego caiu para 10,5% no terceiro trimestre de 2016. Os dados revelados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que houve uma criação líquida de 59 mil empregos, em três meses.

A redução da taxa de desemprego significa uma melhoria tanto em relação ao trimestre anterior (de 0,3 pontos percentuais), como face ao verificado no ano passado (na ordem dos 1,4 pontos).

A melhoria do mercado de trabalho português continua a bom ritmo. No período de julho a setembro estavam desempregadas 549,5 mil pessoas, cerca de 9.800 desempregados a menos do que no trimestre anterior. Face ao terceiro trimestre de 2015, o número de desempregados caiu 11,2%, o equivalente a 69,3 mil pessoas.

No que toca à população empregada, o acréscimo trimestral foi de 59 mil pessoas (mais 1,3%) e o aumento homólogo foi de 86,2 mil pessoas (mais 1,9%).

O primeiro-ministro considerou hoje que Portugal recebeu “uma boa notícia” ao registar “nova descida sustentada” da taxa de desemprego.

 

“Os dados do desemprego revelam que Portugal teve uma nova redução sustentada do desemprego, com uma taxa que caiu de 10,9 para 10,5%, com 90 mil novos postos de trabalho criados. Essa é seguramente a boa notícia que nos deve motivar e dar confiança no trabalho que temos vindo a fazer”, declarou António Costa, citado pela Lusa.

(atualizado com declarações de António Costa)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desemprego cai para 10,5% no terceiro trimestre de 2016

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião