Brexit pode estar concluído em 2018

  • Leonor Rodrigues
  • 20 Dezembro 2016

A primeira-ministra britânica defende que o processo para a saída do Reino Unido da União Europeia pode estar terminado em setembro de 2018.

O processo de saída do Reino Unido da União Europeia pode estar concluído em setembro de 2018. Theresa May afirmou esta terça-feira, em Londres, que as negociações vão começar já no próximo ano.

May prevê ainda que a assinatura dos termos do Brexit estejam assinados em março de 2017, de acordo com a Bloomberg. Pelo menos, é esse o plano da primeira-ministra britânica, que quer que o processo esteja concluído antes das eleições para o Parlamento Europeu, agendadas para 2019.

“As negociações vão ser um desafio, como acontece em qualquer negociação internacional”, disse May esta tarde perante um Comité da Câmara de Comuns. A primeira-ministra afirma que existe “boa vontade” por parte dos líderes europeus para que o processo decorra rapidamente e de forma “tranquila e tão ordenadamente quanto possível”, o que pode acontecer “em 18 meses”.

No entanto, Theresa May enfrenta outro problema: o Supremo Tribunal de Londres está a avaliar se a primeira-ministra tem poder para liderar a saída do país da UE. O artigo 50 do Tratado de Lisboa define que a saída de um país da espaço comunitário europeu só é possível ao final de dois anos, mesmo que nenhum acordo seja alcançado até lá. Por outro lado, existe ainda a ameaça de a Escócia sair do Reino Unido caso o acesso ao mercado único europeu não esteja garantido.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Brexit pode estar concluído em 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião