Morreu Hans Tietmeyer, um dos arquitetos do euro

  • Lusa
  • 28 Dezembro 2016

O antigo presidente do Bundesbank, que abriu caminho ao euro na Alemanha, morreu aos 85 anos.

Hans Tietmeyer, antigo presidente do Bundesbank que abriu caminho ao euro na Alemanha, morreu na terça-feira aos 85 anos, anunciou hoje o banco central alemão.

Tietmeyer esteve seis anos à frente do banco central alemão, de 1993 a 1999 e foi o último presidente da instituição com plenos poderes monetários, transferidos depois para o Banco Central Europeu (BCE).

“Contribuiu de forma considerável para a definição da União Económica e Monetária”, referiu o Bundesbank num breve comunicado.

Defensor da estabilidade de preços, foi um dos governadores de bancos centrais mais influentes na década de 1990 e o seu mandato coincidiu com o do chanceler Helmut Kohl (1982 a 1998).

Antes das competências dos bancos centrais serem transferidas para o BCE, usou a sua influência para moldar a nova instituição, instalada em Frankfurt, de acordo com os princípios que o orientaram: prioridade à estabilidade de preços e independência dos poderes políticos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Morreu Hans Tietmeyer, um dos arquitetos do euro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião