BCP sob pressão

As ações do BCP afundaram mais de 11% depois de o banco ter anunciado um aumento de capital de 1.300 milhões de euros. Desconto acentudo pressionou títulos.

Pressão no BCP. As ações afundaram esta terça-feira mais de 11% depois de o banco ter anunciado ontem um aumento de capital no valor de 1.300 milhões de euros. A pressionar os títulos esteve sobretudo o desconto acentuado que a operação vai implicar. Cada novo título que o banco vai vender tem implícito um desconto de 38% face à cotação de sexta-feira, razão pela qual as ações estiveram em queda acentuada. Por causa do BCP, a bolsa portuguesa fechou com um dos piores desempenhos na Europa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP sob pressão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião