Passes da Carris e Metro. Descontos para crianças e idosos começam a 1 de fevereiro

  • Lusa
  • 25 Janeiro 2017

A gratuitidade dos passes da Carris e Metro para as crianças até aos 12 anos e os descontos para os idosos entram em vigor a 01 de fevereiro, informação divulgada hoje nos 'sites' destas empresas.

A gratuitidade dos passes da Carris e Metro para as crianças até aos 12 anos e os descontos para os idosos entram em vigor a 01 de fevereiro, informação divulgada hoje nos ‘sites’ destas empresas.

“A partir de 01 de fevereiro, as crianças dos quatro e os 12 anos (inclusive) têm direito a transporte gratuito na Carris e no Metro, desde que sejam titulares do cartão Lisboa Viva com perfil criança”, lê-se nas páginas das duas empresas na Internet.

Esta data marca também o início do desconto de 60% no passe Navegante Urbano, para quem tem mais de 65 anos, e que poderá “viajar na Carris, Metro e área urbana da CP, por apenas 14,50 euros”, refere a informação divulgada hoje.

"A partir de 01 de fevereiro, as crianças dos quatro e os 12 anos (inclusive) têm direito a transporte gratuito na Carris e no Metro, desde que sejam titulares do cartão Lisboa Viva com perfil criança”

Pagína da internet

Carris e Metro

O Governo e a Câmara Municipal de Lisboa (CML) assinaram no início de janeiro um memorando da passagem de gestão da rodoviária Carris para a autarquia, a partir de 01 de fevereiro.

Os novos tarifários para crianças e idosos foram anunciados na cerimónia pelo presidente da CML, Fernando Medina, que comunicou também a criação de uma “rede de bairros” onde serão criadas carreiras para ligar os principais pontos de cada zona.

Medina afirmou ainda que irá ser feito um reforço de 250 novos autocarros nos próximos três anos para a cidade – num investimento de 60 milhões de euros -, a contratação de 220 motoristas e a criação de 21 novas linhas.

Com os aumentos que entraram em vigor este ano, o passe Navegante Urbano (para os circuitos de Lisboa) custa 36,20 euros sem qualquer desconto, e permite a circulação de Metro, autocarro (Carris) e comboio (Comboios de Portugal – CP).

A data da entrada em vigor dos descontos também já havia sido transmitida pelo líder do executivo municipal de maioria PS, em resposta a um munícipe, numa reunião descentralizada que decorreu em São Domingos de Benfica dias depois da assinatura do memorando.

A informação disponibilizada hoje aponta que estas medidas visam “fomentar a mobilidade inclusiva e a coesão social”, “proporcionar condições que venham a facilitar o acesso ao transporte público a um maior número de pessoas”, “promover a utilização do transporte público junto dos jovens”, “criar hábitos de utilização do transporte público desde a infância” e ainda “melhorar a qualidade de vida na cidade”.

“Para beneficiar deste desconto, os clientes com mais de 65 anos [e as crianças], que ainda não têm cartão Lisboa Viva podem requisitá-lo em qualquer posto de venda do Metro, nos Espaços Cliente Santo Amaro ou Arco do Cego, nos Quiosque Mob Carris ou em qualquer Operador de Transportes da Região de Lisboa”, referem as empresas.

As transportadoras informam também que caso os utentes já possuam os cartões Lisboa Viva e Lisboa Viva 3.ª Idade válidos, “não é necessário qualquer procedimento adicional”.

A informação disponibilizada hoje explica ainda que “apenas as crianças até aos quatro anos podem viajar gratuitamente, sem título de transporte, desde que devidamente acompanhadas por um adulto“, sendo que as crianças entre os quatro e os 12 anos têm de se fazer acompanhar pelo cartão.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Passes da Carris e Metro. Descontos para crianças e idosos começam a 1 de fevereiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião