Segurança Social: 2017 começa com menos subsídios de desemprego

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 20 Fevereiro 2017

Em janeiro, os vários tipos de prestação de desemprego chegaram a 221,2 mil beneficiários.

A Segurança Social começou o ano a pagar menos subsídios de desemprego. São 221.234 os beneficiários dos vários tipos de prestação de desemprego, menos 1,4% face ao mês anterior e menos 15,2% comparando com o mesmo período do ano anterior.

Os dados do desemprego de janeiro ainda não são conhecidos mas os valores do final do ano passado também apontam para uma evolução favorável: a taxa de desemprego do quarto trimestre de 2016 foi de 10,5%, sem alterações face aos três meses anteriores mas 1,7 pontos percentuais abaixo do valor registado no trimestre homólogo.

Para este ano, o ministro das Finanças já antecipa uma taxa de desemprego mais baixa do que aquela que inscreveu no Orçamento do Estado. “Baixaremos do limiar dos dois dígitos”, disse Mário Centeno durante a apresentação do Economic Survey da OCDE sobre Portugal.

Todos os tipos de prestação de desemprego sofreram quebras em janeiro. O subsídio de desemprego continua a ser o mais significativo, abrangendo quase 79% dos beneficiários. Além deste, a Segurança Social também paga subsídios sociais a desempregados integrados em agregados de rendimentos muito baixos que não descontaram tempo suficiente para receber a prestação principal ou que já esgotaram o tempo de atribuição.

A medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração abrangia, por seu turno, 2.847 pessoas no primeiro mês do ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Segurança Social: 2017 começa com menos subsídios de desemprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião